Rapaz é liberado após julgamento em Santo Antônio

Júlio César da Silva Vitalino foi julgado na tarde desta terça-feira,dia 12, pelo Tribunal do Júri no fórum Dr.Octávio do Amaral,em Santo Antônio da Platina.

Os jurados o absolveram da tentativa de homicídio,pois a competência destes se limita aos crimes dolosos contra a vida.Assim sendo, houve a desclassificação e o próprio juiz togado aplicou a pena.

Como o rapaz de 30 anos já havia cumprido cerca de dois anos e meio de cadeia, saiu livre após aproximadamente quatro horas de julgamento.

O promotor Wilsom Dornelas Rodrigues Filho pretendia cravar homicídio qualificado porque no dia primeiro de novembro de 2013 o kiteiro agrediu com seis golpes de faca a ex-esposa Jamile Cristiane Marques de Almeida.Foi no almoxarifado da prefeitura,onde a vítima trabalhava.Teria premeditado, o que não restou comprovado.
A alegação era de que ele teria visto fotografias de homens desconhecidos no notebook da ex-convivente, com a qual teve um relacionamento de nove anos e cinco filhos.”amor e ciúmes não são motivos fúteis”,afirmou o defensor, Leonardo Góes de Almeida.
Júlio César também não cumpriu medida protetiva, que o proibia de se aproximar de Jamile.
O juiz titular Júlio César Michellucci Tanga presidiu o júri.

Você terminou a leitura

Compartilhar essa notícia

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on print

Categorias e tags

Escrever um comentário

Pesquisar

Digite abaixo o que deseja encontrar e clique em pesquisar.