Ribeirão do Pinhal mantém tradição com a Cavalgada de São Sebastião

Saída da Água da Limeira percorrendo ruas da cidade e terminando no Santuário do Divino Espírito Santo

Este ano, a tradicional Cavalgada de São Sebastião foi realizada neste domingo, dia 17, com saída da Água da Limeira percorrendo as ruas da cidade e terminando no Santuário do Divino Espírito Santo de Ribeirão do Pinhal
A iniciativa teve a presença de 108 cavaleiros, sendo respeitadas as normas de segurança devido a Covid-19 e com benção no pátio do Santuário.
Nenhuma descrição disponível.
Nenhuma descrição disponível.
Veja agora o relato da Família de “Sebastião Macota”, fundador da cavalgada:
Rosentina Moraes Ribeiro – viúva de Sebastiao Macota: “ A cavalgada começou com uma intenção feita ao santo pelo meu marido, que contou com a presença de oito cavaleiros, saindo do sítio onde residem, terminando nas escadarias da igreja da cidade”.
Welligton (Neguinho), neto de Sebastião Macota, porta bandeira oficial na cavalgada: “Participo da cavalgada desde os meus cinco anos. Uns dias antes de falecer, meu avô fez um pedido a mim. Disse ele: Neguinho, deixo para você o São Sebastião, pois sempre gostou de cavalgar, me prometa que nunca deixará acabar o que comecei e que será passada de geração a geração”, conta Welligton.
“O ano de 2003, foi a última cavalgada de meu avô. Em 2004, após participar da minha primeira cavalgada como porta bandeira oficial, fui embora para São Paulo. Em 2005, não pude vir, mas parentes que aqui ficaram, amigos e colaboradores não deixam de realizar a cavalgada em memória ao meu avô. No ano de 2006, estive presente com apenas quatro cavaleiros. Continuo morando em São Paulo, mas a partir de 2007, venho religiosamente a Ribeirão do Pinhal na data onde se comemora São Sebastiao – 20 de janeiro – para honrar a promessa feita ao meu avô e estamos na 4ª geração dos Macotas”, relata ele.
De acordo com os filhos e netos de Sebastião Macota, ele fazia questão enquanto vivo, da presença obrigatória da família na cavalgada. Nos anos de 1997 e 1998, teve o seu auge com mais de 200 cavaleiros.
Você terminou a leitura

Compartilhar essa notícia

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on print

Escrever um comentário

Pesquisar

Digite abaixo o que deseja encontrar e clique em pesquisar.