Norte Pioneiro compra 232 mil doses de vacina para imunizar população

Consórcios de 41 cidades vão investir R$ 11,6 milhões     

Os Consórcios Municipais de Saúde do Norte do Paraná (Cisnop) e do Norte Pioneiro (Cisnorpi) vão investir R$ 11,6 milhões na aquisição de 232 mil doses de vacina para imunizar a população de 41 municípios da mesorregião. Apenas São José da Boa Vista e Pinhalão não aderiram ao consórcio para a compra dos imunizantes.

O deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB) voltou a alertar ser necessário planejamento e organização dos prefeitos no processo de aquisição, para que não haja problemas nas negociações e nem nas entregas de doses. “Há um desespero geral para acesso à vacina e isso é natural, mas tem que ter muito cuidado”, reforça.

 

 

Nos 21 municípios atendidos pelo Cisnop, o investimento será de R$ 5 milhões para a compra de 100 mil doses. Já nos 20 municípios do Cisnorpi, que aderiram ao consórcio para a compra de vacinas, serão aplicados R$ 6,6 milhões para a aquisição de 132 mil doses. O cálculo é baseado no custo médio da dose do imunizante, que é de R$ 50. A negociação prevê a compra de doses da vacina russa Sputnik V.

CISNOP — O prefeito de Santa Cecília do Pavão, Edimar Santos (PTB), que preside o Cisnop, disse que as 100 mil doses da vacina equivalem a 41% da população dos municípios que compõem o Consórcio. Segundo ele, será feito um rateio do valor e as doses serão distribuídas de acordo com o número de habitantes de cada município.

Ainda de acordo com o prefeito, que também é vice-presidente da Associação dos Municípios do Paraná (AMP), R$ 2,5 milhões serão aplicados pelos municípios e o restante pelo Governo do Paraná, que poderá fazer aportes financeiros para auxiliar os municípios na compra dos imunizantes. Das 21 cidades que integram o Cisnop, Cornélio Procópio é a que receberá a maior quantidade de doses: 20.768. Já Santo Antônio do Paraíso receberá 1.068 doses.

CISNORPI — Prefeitos de 20 dos municípios que integram o Cisnorpi aprovaram a negociação para acelerar o processo de compra de 132 mil doses de vacina contra a Covid-19. O presidente do Consórcio e prefeito de Jacarezinho, Marcelo Palhares (PSD), considera que a adesão mostra o compromisso dos prefeitos na busca de soluções para vencer a pandemia, o mais rápido possível e com a máxima segurança. “Todos os prefeitos têm se esforçado para amenizar os efeitos da pandemia, mas a solução definitiva é a vacina”, avalia Palhares.

Ele frisa ainda que a chegada das vacinas para atender aos municípios do Norte Pioneiro pelo PNI (Plano Nacional de Imunização) depende da liberação do governo federal, que pode confiscar parte ou totalidade do lote na chegada do imunizante ao Brasil. “Neste caso, os municípios não precisariam desembolsar o valor para a compra da vacina, não havendo prejuízo financeiro, mas a frustração do impedimento em garantir a imunização a tantas pessoas de forma mais ágil”, considera.

Jacarezinho é o município da região que arcaria com a maior quantidade de doses da vacina: 22.770. Com mil doses cada um, Tomazina e Jaboti são os que vão receber a menor quantidade de imunizantes. Confira abaixo a quantidade de doses que cada município do Cisnop e do Cisnorpi vai adquirir em conjunto para imunizar a população do Norte Pioneiro:

 

 

Você terminou a leitura

Compartilhar essa notícia

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on print

Categorias e tags

Escrever um comentário

Pesquisar

Digite abaixo o que deseja encontrar e clique em pesquisar.