Morre último veterano da região que lutou na 2ª Guerra Mundial

Sargento Nery Corrêa do Prado tinha 97 anos 

O platinense e ex-combatente em solo italiano na Segunda Guerra Mundial Nery Correa do Prado (fotos) faleceu de causas naturais aos 97 anos. O corpo foi cremado em Curitiba.

Ele deixou uma filha, uma neta e três bisnetos.

Segunda Guerra Mundial foi um fato histórico de proporções globais que aconteceu entre 1939 e 1945. Caracterizada como um conflito em estado de guerra total (no qual há mobilização de todos os recursos para a guerra) fez Aliados e Eixo enfrentarem-se na Europa, África, Ásia e Oceania. Após seis anos de conflito, mais de 60 milhões de pessoas morreram.

O veterano foi homenageado pelo comandante do Tiro de Guerra local,  sargento Edevilson Buthencourte dos Santos, na sede da corporação, que informou o sepultamento ao Npdiario nesta manhã de quarta-feira, dia 22.

militar nasceu e viveu na cidade até os 17 anos, quando foi servir ao exército em Curitiba e depois foi convocado para a 2° Guerra Mundial. Era neto de Joaquim Rodrigues do Prado, Coronel da Guarda Nacional, prefeito e nome de rua do município.

 

Durante  a homenagem ao ex-combatente no TG, promovida a entrega do diploma Honra ao Mérito com a inscrição:

“O Terceiro Sargento NERY CORRÊA DO PRADO – elogio-o pela atuação eficaz e destacada que teve nesta sub-unidade, quando o Grupo agiu no setor Lizzano in Beveldere e durante a ofensiva de primavera do Quarto Corpo de Exército que finalizou com a vitória das Nações Unidas. Chefe de Peça desde a entrada da Primeira DIE, na campanha da Itália. Disciplinado e disciplinador, trabalhador incansável, mantendo sua peça de tiro sempre bem camuflada, limpa e conservada e em condições de executar missões de tiro, a qualquer momento do dia e da noite. Possuidor de uma elevada compreensão dos seus deveres.

Conduziu sua peça com eficiência durante a operação de Montese, Montelo e Monte Bufoni, sem perder missões de tiro durante quatro dias e quatro noites consecutivas. Demonstrou um elevado espirito de sacrifício quando durante a ocupação de posição na região de Zoccheta, realizado sob bombardeio de artilharia inimiga, conduziu sua peça de tiro para o local designado, camuflando-a e organizando o terreno com serenidade e segurança, conseguindo com essa atitude que seus homens trabalhassem com calma e precisão e, que a peça estivesse em condições de atirar em curto espaço de tempo” .

FOTOS : EMERSON CHAGAS/ESPECIAL PARA O NDIARIO

Recorde evento no TG com presença do pracinha:

https://www.npdiario.com.br/especial/evento-de-cerimonia-no-tg-de-sap/

Veja também mais esta matéria:

https://www.npdiario.com.br/especial/ex-combatente-de-batalhas-visita-sap/

 

 

 

 

 

Você terminou a leitura
Compartilhar essa notícia
Categorias e tags
Escrever um comentário

Últimas notícias

Festa Julina no Colégio Tiradentes
8 horas atrás

Confira as atrações imperdíveis nesta quinta-feira O "Arraiá" do Colégio Estadual Tiradentes será nesta quinta-feira,

PM de SAP recupera motocicleta roubada
8 horas atrás

Marginal já tinha três mandados de encarceramento Às 17h05m desta terça-feira, dia cinco, na rua

Caminhões de lixo não foram furtados; coleta normalizada (vídeos)
10 horas atrás

Houve desacordo comercial entre outras duas empresas, segundo a procuradora da terceirizada https://youtu.be/JQw8KSzi9mY Exclusivo: A Polícia

Pesquisar

Digite abaixo o que deseja encontrar e clique em pesquisar.