Hospital de Wenceslau Braz pode ser municipalizado

Convênio com prefeitura mantém instituição de portas abertas

A comunidade de Wenceslau Braz debate a possibilidade de municipalização do Hospital Beneficente São Sebastião, único no município e que vive uma grave crise financeira desde que o centro cirúrgico foi fechado, em 2013. Na noite dessa segunda-feira,17, representantes do Poder Executivo, Poder Legislativo e da diretoria do hospital se reuniram para discutir o assunto pela primeira vez.
O debate é liderado pelo prefeito de Wenceslau Braz, Paulo Leonar (foto). Como o município já aporta grandes valores mensalmente no hospital, entre convênio e cessão de profissionais, surgiu a ideia de que toda a gestão da instituição ficasse sob responsabilidade do Poder Executivo.

Nós temos a agradecer à gestão municipal pela atenção e preocupação que se tem com o hospital. O município tem realmente feito de tudo para nos ajudar e acredito que todo o debate que se busque a melhoria é sempre muito produtivo”

“Começamos um debate, demos o primeiro passo. Isso não quer dizer que necessariamente vamos municipalizar, mas também não podemos mais fechar os olhos para os problemas do hospital, como sempre aconteceu. O município tem sim responsabilidade. Este primeiro encontro foi muito produtivo e o mais importante é que todos estão engajados em resolver os problemas do nosso hospital”, avalia Paulo Leonar.
Discurso similar tem o presidente da associação que administra o Hospital São Sebastião, César Benedetti. “Nós temos a agradecer à gestão municipal pela atenção e preocupação que se tem com o hospital. O município tem realmente feito de tudo para nos ajudar e acredito que todo o debate que se busque a melhoria é sempre muito produtivo”.
A secretária municipal de Saúde, Leia Reis, também vê com bom olhos a iniciativa. “Hoje temos essa ampla parceria com o hospital, onde a prefeitura já investe um valor considerável, então se de repente assumir toda a gestão for facilitar a chegada de recursos, temos sim que estudar com muito carinho essa hipótese”.
O vereador Paulo Henrique Lima (PHS) foi mais um a participar da reunião e enxergar boas possibilidades a partir deste diálogo. “A gente só não pode deixar como está. A câmara está empenhada em ajudar a resolver essa situação que tanto tem atrapalhado nossa população. Se municipalizar for melhorar, então sem dúvida nós seremos favoráveis”, garante.


Atualmente o convênio firmado entre prefeitura e hospital garante aos cidadãos o atendimento de urgência e emergência, além de plantão médico 24 horas, na instituição. Para isso o município dobrou em 2017 o valor do repasse, de R$ 30 para R$ 60 mil, além de ceder profissionais e ambulâncias. Atualmente são em média 150 atendimentos por dia através desta parceria.
Como o hospital não tem centro cirúrgico, uma vez que o antigo foi demolido em 2013 após ser interditado pela vigilância sanitária, o convênio com a prefeitura não só é a maior fonte de renda como é o que garante que a instituição continue de portas abertas.
O foco de debate, independente da possibilidade de municipalização, é a construção de um novo centro cirúrgico. Já existe um projeto pronto e todos os trâmites finalizados, porém há dois anos se espera pela liberação da verba, de aproximadamente R$ 800 mil, por parte do governo do Estado – o que ainda não aconteceu e nem tem uma previsão sólida de quando possa acontecer.
“Nós não vamos mais esperar,Chegamos no limite confiamos na promessa do governo, mas se por um motivo ou outro esse recurso não for liberado nos próximos meses, o município por sua conta própria vai tocar esse projeto, nem que para isso nós precisemos trabalhar como voluntários batendo massa nos finais de semana. É um compromisso assumido que essa obra, seja qual for o caminho, vai sair do papel”, promete o prefeito.

Você terminou a leitura
Compartilhar essa notícia
Escrever um comentário

Últimas notícias

Apreendido furgão de cigarros em Guapirama
6 horas atrás

Apreensão se deu após fuga por mais de dez  quilômetros por rodovias locais Agentes da

Operação Fecha Quartel III na região
7 horas atrás

Executada pelo 2º Batalhão da Polícia Militar Foi promovida a 3ª fase da Operação Fecha

Pro Tork conquista títulos antecipados
21 horas atrás

No Sportbay Brasileiro de Motocross 2022 A Pro Tork comemorou a conquista de dois títulos

Pesquisar

Digite abaixo o que deseja encontrar e clique em pesquisar.