Encenação da Paixão e Morte de Cristo

Pelo 17ª ano consecutivo a comunidade católica da Capela Nossa Senhora de Guadalupe, no Jardim do Sol, realizou na tarde desta Sexta-Feira Santa, dia 25, a Encenação da Paixão e Morte de Jesus Cristo, como parte da programação religiosa da Semana Santa da Paróquia Santo Antônio de Pádua, em Santo Antônio da Platina.

A apresentação teve 23 cenas que foram desde a vinda da Sagrada Família de Belém até o momento em que José de Arimatéia se adiantou e procurou a permissão do governador romano para providenciar o sepultamento de Jesus. Os ensaios – que foram dirigidos pelo casal Alessandra e Alexsandro Souza, ele Ministro da Eucaristia – começaram em 14 de fevereiro e se estenderam até o dia 20 de março envolvendo 56 atores da localidade e colaboradores de diferentes idades: crianças, adolescentes, jovens e adultos que se doaram nos ensaios que aconteceram nas tardes de domingo.
As cenas iniciaram defronte à Capela na Rua Deputado José Afonso e prosseguem pelas imediações. Depois que Pilatos lavou as mãos e o povo pediu a libertação de Barrabás e a condenação de Jesus, a cruz foi colocada aos seus ombros e começou a encenação da caminhada até o Calvário pela mesma rua até chegar à esquina da Rua da Paz, entrada do Jardim Saúde, subindo até o final onde, numa área verde, início do Morro do Valério, continuaram outras cenas até a crucificação e morte de Jesus, o filho de Deus.
Outro fator interessante nesta encenação é que o povo interagiu com os atores e caminharam juntos vivenciando os momentos da dor e sofrimento de Cristo, quando ele caiu três vezes, quando é ajudado por Cirineu, quando tem seu rosto enxugado por Verônica, quando à Ele foi entregue água, a ação forte dos soldados, enfim, s história bíblica aos olhos dos presentes.
A direção da Capela agradeceu ao Departamento de Limpeza Pública da Prefeitura através da equipe da Sanetran que fez uma limpeza geral no trecho onde acontecerá a encenação e, também, à secretaria de Planejamento e Obras, na pessoa do secretário Orlando Pimentel e à Diretora de Obras Públicas, Marlene Barreto, por autorizarem os serviços de recuperação da infraestrutura na Rua Deputado José Afonso onde haviam buracos formados por minas de água, precisando abrir o asfalto, colocar manilhas, canos e, em seguida, pavimentar aquele trecho da via pública.
Os cenários das à frente da Capela são de responsabilidade da Professora de Arte, Kátia Gualberto Juliano.

Texto e Fotos: Fábio Galhardi/Especial para o Npdiario

clia clia2 clia3 clia4 clia5 clia6

 

 

Você terminou a leitura

Compartilhar essa notícia

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on print

Escrever um comentário

Pesquisar

Digite abaixo o que deseja encontrar e clique em pesquisar.