Dermatologista indica benefício do colágeno

Doutora Mariana aborda o tema famoso entre os consumidores

O colágeno é uma proteína responsável pela elasticidade da pele. Este é produzido naturalmente pelo corpo, mas também pode ser encontrada em alimentos e em cremes hidratantes ou suplementos alimentares.

Esta proteína é muito importante para manter as células unidas e na prevenção contra o aparecimento de estrias, rugas e linhas de expressão, além de ser essencial para promover a saúde do cabelo e das unhas, formações tendões, ligamentos e cartilagem dos ossos.

“A nossa pele apresenta dois tipos de colágeno (tipo I e III) e nossas articulações (tipo II), mas, com o passar do tempo, perto dos 30 anos, o corpo começa a perder a capacidade de produzir o colágeno com a mesma eficiência de antes. Por conta disso é que algumas partes da pele não são mais tão “firminhas”, afirma a médica dermatologista Mariana Magalhães Soares Ximenes (fotos), de Santo Antônio da Platina.

A partir daí é que a suplementação de colágeno atraem os consumidores. Veja alguns desses sinais:

  • Diminuição da espessura dos fios de cabelo;
  • Aumento da flacidez e perda de elasticidade da pele;
  • Surgimento de rugas e de linhas de expressão;
  • Aparecimento de estrias;
  • Pele fina e desidratada;
  • Diminuição da densidade dos ossos, como osteoporose;
  • Enfraquecimento das articulações e dos ligamentos.

Porém, o assunto é mais complexo. A molécula dessa substância é muito grande, e para ser absorvida, precisa ser quebrada, processo no qual é transformada em aminoácidos. É por isso que se tornou comum a comercialização de colágeno hidrolisado, ou seja, que já está “quebrado”. E ainda, há os “peptídeos de colágeno bioativos”, que são os elementos já quebrados e produzidos para alcançar aminoácidos específicos, que atuem nas peles, músculos, articulações etc.

Apesar de toda tecnologia envolvida da indústria farmacêutica, é preciso de outros micronutrientes agindo em conjunto para gerar o efeito esperado, sendo a vitamina C é o principal deles, seguida de zinco, ferro e selênio.

Nesse sentido, além da alimentação rica em colágeno – que se consegue consumindo carnes vermelhas, carnes brancas ou gelatina – é importante o consumo de alimentos ricos em vitamina C – como laranja, kiwi, abacaxi ou mamão – pois ajudam a melhorar a absorção.

É válido lembrar que o uso do protetor solar como adjuvante ao tratamento é  importante. Além disso, faz-se essencial o acompanhamento de um dermatologista para a orientação da medicação.

A norte-pioneirense doutora Mariana é formada pela Unesc (Universidade do Extremo Sul Catarinense), de Criciúma, Santa Catarina. Atende em sua sala,na Medclínica, centro de Santo Antônio da Platina, na avenida Oliveira Motta,1326.

Telefone (43) 3534-7404.

Você terminou a leitura
Compartilhar essa notícia
Escrever um comentário

Últimas notícias

JEPs: Novas etapas em Wenceslau Braz e Pinhal começam hoje
6 horas atrás

Competições reúnem 17.751 inscritos, entre alunos e professores, de 183 municípios paranaenses Começa nesta quinta-feira

PRE e SEST/SENAT fazem Bliz Educativa
7 horas atrás

Ação da PRE e do SEST/SENAT Nesta quarta-feira, dia 25, a Unidade Operacional da PRE

Liminar reaviva a polêmica sobre o presídio em Pinhal
8 horas atrás

Decisão provisória do TJ suspendeu possível obra A polêmica prossegue. Agora, o Tribunal de Justiça

Pesquisar

Digite abaixo o que deseja encontrar e clique em pesquisar.