Decreto suspende cobrança do ICMS sobre a energia rural no PR

O presidente do Sindicato Rural Patronal de Santo Antônio da Platina,José Afonso Junior(foto) alerta os produtores do Norte Pioneiro sobre notícia positiva nesses tempos difíceis de inadimplência e pouca liquidez no mercado nacional.
Os produtores do Paraná não precisarão mais pagar o ICMS(Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) cobrado sobre a energia elétrica utilizada na atividade rural. Em janeiro deste ano, o diferimento do imposto foi suspenso, gerando grande insatisfação no campo. Em face disso, a FAEP(Federação da Agricultura do Estado solicitou ao governo do Estado o fim da cobrança. O pleito da federação foi atendido através do decreto 3.531, publicado dias atrás e por uma interpretação do Decreto 1.600, de 03.06.2015, por parte da Copel coincidente com a FAEP, reconhecendo o equivoco da retirada da isenção.
Agora, para recuperar o não pagamento do ICMS na sua fatura, os produtores devem efetuar um recadastramento junto a Copel.
Só devem efetuar o recadastramento aqueles que tiveram o diferimento do ICMS suspenso portanto, aqueles que não tiveram alterações de valor na sua fatura não precisam procurar a Copel.
Para se recadastrar é preciso apresentar uma relação de documentos descritos no decreto, são eles:
ÁREA RURAL:
Caso o cliente tenha perdido o benefício por determinação do DEC-1600-I, a Copel poderá conceder novamente o benefício. Para isso, o cliente deverá ter junto a Copel, ou apresentar quando da solicitação os seguintes documentos:
a) Cópia do RG e do CPF do titular da UC que deverá ser também o titular do CAD/PRO; CAD/PRO (CONTA DE LUZ e CAD/PRO DEVEM ESTAR EM NOME DO SOLICITANTE);
b) Cópia do CAD/PRO ou Extrato do Produtor (documento obtido mediante consulta no www.sintegra.gov.br);
c) Documentos que comprovem o vínculo do cliente com a unidade consumidora, (Matrícula do imóvel, ou outro documento que comprove o vínculo, ex. contrato de arrendamento)
d) Documentos relativos à área rural: ITR, INCRA, CAFIR (Cadastro de Imóveis Rurais) ou CCIR (Certificado de Cadastro de Imóvel Rural).
e) Declaração de próprio punho, relatando a atividade desenvolvida na unidade consumidora, assim como o processo e os produtos gerados. Por exemplo. “Nesta unidade consumidora há dois aviários, uma casa, uma oficina mecânica e um barracão para equipamentos”. A declaração deverá estar assinada e datada, que pode ser feita no ato da apresentação dos demais documentos.
ÁREA URBANA:
Por determinação do Decreto 3531/2016 o consumidor poderá solicitar novamente o benefício, desde que apresente os seguintes documentos:
a) Cópia do RG e do CPF do titular da UC que deverá ser também o titular do CAD/PRO (CONTA DE LUZ e CAD/PRO DEVEM ESTAR EM NOME DO SOLICITANTE);
b) Cópia do CAD/PRO ou Extrato do Produtor (documento obtido mediante consulta no www.sintegra.gov.br);
c) Documentos que comprovem o vínculo do cliente com a unidade consumidora, (Matrícula do imóvel, ou outro documento que comprove o vínculo, ex. contrato de arrendamento)
d) ITR e declaração de não incidência de IPTU, ou declaração de aptidão ao PRONAF;
e) Declaração de próprio punho, relatando a atividade desenvolvida na unidade consumidora, assim como o processo e os produtos gerados. Por exemplo: “Nesta unidade consumidora há dois aviários, uma casa, uma oficina mecânica e um barracão para equipamentos”.
Essa declaração poderá também ser obtida nos escritórios da Copel, já previamente preparada para os produtores assinarem.

ICMS sobre a energia da propriedade rural

O governador Beto Richa assinou na quarta-feira, 30, decreto alterando o regulamento do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) no que se refere à energia elétrica consumida nas propriedades rurais. A mudança atende a reivindicação do Sistema FAEP, e permite o diferimento no pagamento do imposto pelos produtores, sem a necessidade de instalar medidores separados para a área residencial.

Você terminou a leitura
Compartilhar essa notícia
Escrever um comentário

Últimas notícias

Jacarezinho 19 e Santo Antônio 23
5 horas atrás

As duas cidades juntas têm 215 pacientes infectados O boletim epidemiológico de Jacarezinho desta quinta-feira, dia

Batida envolve um VW/Voyage e uma moto Honda/CG 125
7 horas atrás

Em São José da Boa Vista sentido Wenceslau Braz Exclusivo: Nesta quarta-feira (29), por volta

Prefeitura, Vale Verde e Sanepar promovem Parceria em Ibaiti
11 horas atrás

Para Sistema de abastecimento de água potável na comunidade Na tarde desta quarta-feira (29), o

Pesquisar

Digite abaixo o que deseja encontrar e clique em pesquisar.