Corpo de Isabelle ainda não foi sepultado; namorado continua foragido

Mistério da morte aumenta e polícia trabalha com várias possibilidades

Samuel Rodrigo de Morais (foto)  foragido desde 2018 acusado de tráfico de drogas , continua escondido. Abaixo, reprodução do mandado de prisão de 2018 assinado pelo juiz Júlio César Michelucci Tanga, de Santo Antônio da Platina, onde o jovem também morou e responderia por tráfico de drogas.

Na foto, conseguida com a Polícia Civil do Paraná, ele tinha cerca de 24 anos, hoje tem 27.

 

 

O corpo de Isabelle Breves (fotos) permanece no Instituto Médico Legal de Jacarezinho. A família dela pretendia buscá-lo nesta segunda-feira, dia 22, para o enterro, mas o juiz de Direito de Siqueira Campos, onde corre o inquérito sobre o assassinato da menina de 17 anos, não assinou o Alvará.

O corpo foi achado em adiantado estado de decomposição na represa de Xavantes, perto da zona urbana de Carlópolis em torno de 17h50m de quinta-feira, dia 18, e foi identificado na manhã de sábado.  A adolescente residia em Siqueira Campos e vivia com Samuel por um tempo não precisado.

A garota foi assassinada antes ou jogada ainda com viva na água, pois as mãos estavam amarradas atrás do corpo e com arames e telas envolvendo pernas e dorso indicando que não poderia nadar ou se salvar. A Polícia Civil trabalha com várias possibilidades para descobrir a autoria do que pode ser também feminicídio. Não revelou, obviamente, os detalhes justamente para não atrapalhar a investigação.

 

 

npdiario conversou com o pai da vítima, Claudinir. Ele contou que a moça, que completaria 18 anos no dia 11 de abril, estava “amigada” com um elemento “perigoso e marginal”, que, inclusive, permanece foragido, “ela não fazia nada de errado, mas se envolveu com esse bandido”, disse o genitor para a reportagem.

Familiares de Isabelle em Siqueira Campos e Santo Antônio da Platina entraram em contato com o npdiario e alguns garantiram que a moça era a líder de uma quadrilha e o rapaz foragido, embora tenha culpa também, não seria perigoso e teria sido envolvido na situação. Outra versão seria que os dois teriam sido sequestrados por elementos que exigiam pagamento por dívidas de drogas. Nada confirmado até o momento.

O caso segue ainda sem desfecho.

 

 

 

 

Você terminou a leitura

Compartilhar essa notícia

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on print

Escrever um comentário

Pesquisar

Digite abaixo o que deseja encontrar e clique em pesquisar.