PR recebe mais 244,8 mil doses

De acordo com o Vacinômetro da SESA até esta quarta-feira, 2.049.581 paranaenses tinham recebido a primeira dose

O Paraná vai receber do Ministério da Saúde mais 244,8 mil doses de vacinas contra a Covid-19. São 118 mil doses do imunizante Covishield, produzido pela AstraZeneca e Fiocruz, voltadas para completar o esquema vacinal (segunda dose) do público com idade entre 65 e 69 anos, e 126.800 doses da Coronavac, da parceria entre a Sinovac e o Instituto Butantan, que serão aplicadas em pessoas com comorbidades, com deficiência permanente, gestantes e puérperas.

Assim que os imunizantes chegarem ao Paraná, a Secretaria de Estado da Saúde fará a separação dos quantitativos que serão destinados às 22 Regionais de Saúde. “A distribuição será de acordo com as necessidades dos municípios, para que eles continuem a vacinação dos grupos prioritários. A ideia é ampliar cada vez mais o número de paranaenses imunizados”, afirma Maria Goretti David Lopes, diretora de Atenção e Vigilância em Saúde da Secretaria.

Esta será a 19ª remessa distribuída entre as 27 unidades da federação pelo Ministério, que ainda não divulgou as datas em que os imunizantes chegarão aos estados. O lote conta com 3,7 milhões de doses da Covishield e quase 2 milhões de doses da Coronavac. Desde o início da campanha de vacinação, em janeiro, já foram enviadas 82 milhões de vacinas a todo o País.

Das que o Paraná recebeu, o Governo do Estado distribuiu entre os municípios 3,7 milhões de doses. O Estado atingiu na terça-feira (11) 3 milhões de doses aplicadas.

De acordo com o Vacinômetro da Secretaria de Estado da Saúde, até as 15 horas desta quarta-feira, 2.049.581 paranaenses tinham recebido a primeira dose e 1.082.800 a segunda, com aplicação total de 3.132.381 doses dos imunizantes.

VACINAÇÃO

A pauta do Ministério da Saúde destaca que os imunizantes são para a continuidade da vacinação do grupo de pessoas com comorbidades, gestantes e puérperas e pessoas com deficiência permanente com idades entre 18 e 59 anos, além do complemento do esquema vacinal de grupos que já receberam a primeira dose.

Entre os pacientes com comorbidades, o maior grupo prioritário do Estado, a vacinação foi divida por etapas. Esta primeira fase contempla pessoas com Síndrome de Down, com doença renal crônica que estejam fazendo diálise, gestantes e puérperas com comorbidades, independente da idade. Também é voltada para pessoas com comorbidades com idade entre 55 e 59 anos e pessoas com deficiência permanente também nessa faixa etária.

Foto: Geraldo Bubniak/AEN

A pasta orienta, ainda, que os estados sigam a decisão da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) de suspender temporariamente o uso da vacina Covishield (AstraZeneca/Fiocruz) para imunizar gestantes e puérperas, o que já está sendo atendido pelo Paraná. As outras vacinas (Coronavac e a da Pfizer/BioNtech) podem continuar sendo aplicadas nesses grupos.

Você terminou a leitura

Compartilhar essa notícia

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on print

Escrever um comentário

Pesquisar

Digite abaixo o que deseja encontrar e clique em pesquisar.