Mutirão contra mosquito será dia 30 em Jacaré

Vários setores do Poder Público Municipal se reuniram no final da sexta-feira, dia 15, para iniciar as ações do mutirão para o combate ao mosquito Aedes Aegypti em Jacarezinho. A ação intensificada acontecerá no dia sábado, dia 30, e será importante a participação da população.

Segundo o agende do Departamento de Vigilância Sanitária Ferreira será importante que a população tenha atenção que o mosquito é transmissor da dengue, zika e chikungunya. “Os moradores precisam manter seus quintais limpos. Isto auxilia e muito o trabalho de toda a equipe e também previne a saúde das pessoas que moram naquela casa e próximos”, argumenta. “O objetivo desta ação não é tão somente o combate aos focos do mosquito, mas também levar informação de qualidade à população, para que os moradores passem a ser multiplicadores das orientações de prevenção”, complementa Ferreira.
Durante os dias 27, 28 e 29 de janeiro as equipes da Vigilância Sanitária irão entregar sacos de lixos e panfletos com orientações para os moradores. “Deverão ser entregues aproximadamente 20 mil sacos em todos os bairros da cidade de Jacarezinho. Iremos orientar as pessoas sobre este problema que está afetando todas as cidades”, comenta o chefe do Departamento de Vigilância Sanitária Danton Guimarães.
O prefeito de Jacarezinho Sérgio Eduardo de Faria, lembra que nos anos de 2010 e 2011 o município passou por uma epidemia no quesito da dengue, sendo classificado com terrível a nível estadual na ocasião. “A Prefeitura tem feito a parte dela e precisamos do auxílio da população. No dia 30 de janeiro as pessoas podem participar voluntariamente desta ação. A partir das 7h30 ir até a Unidade de Saúde Básica mais próxima da sua casa para auxiliar nesta luta”, enfatiza.
A melhor atitude é combater os focos de acúmulo de água. Para isso, é importante não acumular água em latas, embalagens, copos plásticos, tampinhas de refrigerantes, pneus velhos, vasos de plantas, jarros de flores, garrafas, caixas d´água, tambores, latões, cisternas, sacos plásticos e lixeiras, entre outros. Esses locais são propícios para a criação e reprodução do mosquito transmissor da dengue.
Outra preocupação em Jacarezinho no momento, são as caixas d’água não lacradas em algumas residências. “No momento são algumas caixas d’água que não estão totalmente vedadas. O mosquito utiliza os pequenos espaços, as frestas para entrar nestas caixas e com isto procriar. Algumas caixas estão ainda pior, onde ficam sem cobertura nenhuma”, afirmou Ferreira. “É preciso cuidar da caixa d’água. Tampe e mantenha ela fechada”, aconselhou.mult1

Você terminou a leitura
Compartilhar essa notícia
Categorias e tags
Escrever um comentário

Últimas notícias

PM prende bêbado dirigindo em Jacarezinho
12 de agosto de 2022

Não possuía habilitação para dirigir Nesta terça-feira (09), por volta das 23 horas, a Polícia

Carlópolis: dupla mata mulher na zona rural
12 de agosto de 2022

Depois PMs interceptaram os dois em Santo Antônio da Platina Dois bandidos renderam e agrediram

Show de Álvaro e Daniel em Siqueira
11 de agosto de 2022

Tempo da Graça Em Siqueira Campos ocorrerá evento religioso no Rincão Sorriso, no dia 07

Pesquisar

Digite abaixo o que deseja encontrar e clique em pesquisar.