Cisnorpi oferece Teste da Orelhinha

Ouvir é um dos sentidos mais importantes do ser humano. É através da audição que a criança se situa no ambiente, pois é a partir dos sons que a circundam que ela sabe que a mãe está próxima, que está chovendo, etc.
O sentido da audição é fundamental para o desenvolvimento da fala e então a linguagem. A comunicação é a habilidade que mais diferencia o homem dos demais seres vivos.
O estímulo auditivo se faz necessário desde que o bebê nasce.
Dessa forma, quanto antes se diagnosticar problemas de audição e tratá-los, melhor para o desenvolvimento da criança. E por isso é importante realizar o “Teste da Orelhinha”.
O Teste da Orelhinha é  simples, que tecnicamente se chama “Teste da Presença de Emissões Otoacústicas”. Através dele pode-se saber se o bebê ouve, ainda que nos primeiros dias de vida.
É um exame rápido e sem desconforto.
No Brasil, por lei, todos os bebês devem ser submetidos a este exame, ainda na maternidade ou serem encaminhados ao serviço de referência.
Alguns bebês apresentam riscos para perda auditiva. Destacam-se as seguintes situações:
·outros casos de surdez na família;
·prematuros;
·baixo peso ao nascer;
·uso de antibióticos ototóxicos e diuréticos no berçário e
·infecções congênitas principalmente citomegalovirose e rubéola.

O Teste da Orelhinha ou Triagem Auditiva Neonatal é um exame importante para detectar se o recém-nascido tem problemas de audição. Após a sua realização é possível iniciar o diagnóstico e o tratamento das alterações auditivas precocemente.
O CISNORPI (Consórcio Público Intermunicipal de Saúde do Norte Pioneiro) oferece este serviço a população todas às quartas-feiras no período da manhã, onde a fonoaudióloga Eliane B. Consolin realiza os testes nos bebês. Esta fofura é a Maria Helena Moraes dos Anjos, de dois meses, do município de Jundiaí do Sul e sua mãe Claudine Moraes da Silva que autorizou o registro durante o teste.
Para ter realizar o exame, o responsável pelo bebê deve procurar a secretaria municipal de Saúde do seu município.

Você terminou a leitura

Compartilhar essa notícia

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on print

Categorias e tags

Escrever um comentário

Pesquisar

Digite abaixo o que deseja encontrar e clique em pesquisar.