Rubens quer paradas de descanso para todos caminhoneiros

Deputado federal cobra de ministro  cumprimento de legislação

O deputado federal Rubens Bueno (Cidadania-PR) enviou nesta quarta-feira, dia três, ao ministro da Infraestrutura, Marcelo Sampaio, requerimento de informações cobrando a aplicação e fiscalização do cumprimento da a Lei nº 13.103, de 2015, conhecida como Lei dos Caminhoneiros, que prevê, entre outros pontos, o incentivo à construção nas rodovias do país de pontos de parada e descanso para os motoristas.

A cobrança foi feita após o parlamentar receber uma série de reclamações de integrantes da categoria, que afirmam que as paradas existentes hoje são insuficientes. Um dos que relatou a situação foi o caminhoneiro de Toledo, Marcelo Rosa, conhecido como Solitário nas redes sociais, que convive diariamente com os reflexos desse problema.

 

No documento enviado ao ministro, Rubens Bueno questiona quantas novas paradas foram construídas desde a promulgação da lei e quais providências foram adotadas pelo ministério com relação às concessionárias que não instalaram os pontos de parada previstos em contrato.

Ele também pede esclarecimentos sobre o andamento das linhas de crédito para apoio à implantação dos pontos de parada e descanso e questiona quais medidas estão sendo tomadas para apoiar ou incentivar a implantação pela iniciativa privada de locais de espera.

“Na época da aprovação da lei havia um forte sentimento de esperança na melhoria concreta das condições de trabalho dos profissionais das estradas. Infelizmente, sete anos depois pouco se avançou nesse setor. Motoristas relatam com frustração a manutenção das precárias condições de trabalho com relação a espaços para parada e descanso. Quase nenhum novo espaço foi inaugurado e, os que existem, não apresentam todas as facilidades desejadas” relata Rubens Bueno no documento enviado ao ministro.

Ele reforça ainda que a falta de espaços adequados e seguros para pernoite ou descanso forçam os caminhoneiros a seguir viagem sem condições físicas mínimas. “Precisamos cumprir a lei, que previa que em cinco anos o poder público ampliaria a disponibilidade desses espaços”, defende Rubens Bueno.

Você terminou a leitura
Compartilhar essa notícia
Categorias e tags
Escrever um comentário

Últimas notícias

Apreendida moto na av.; Frei Guilherme
32 minutos atrás

Placa falsa e veículo dirigido por moça de 30 anos Nesta quarta-feira (10), por volta

Stephannie Lima surge linda como Gata da Semana
1 hora atrás

Acadêmica de Administração reside em Santo Antônio da Platina https://youtu.be/gGL72xRPGSA   Stephannie Alves de Lima

Jacarezinho: Saiba quem são todos os recenseadores agora
2 horas atrás

Colabore para a construção de um retrato fiel da cidade Conheça os Recenseadores que estão

Pesquisar

Digite abaixo o que deseja encontrar e clique em pesquisar.