Rubens Bueno contra a volta das coligações

O Partido Cidadania está contrário a volta de coligações proposta na PEC da reforma eleitoral

Na noite de terça-feira (17), o deputado federal Rubens Bueno (Cidadania-PR) votou contra a volta das coligações entre partidos nas eleições proporcionais, em que o eleitor escolhe seus candidatos a deputados federais e estaduais e vereadores.

Na semana passada, o parlamentar já havia votado contra todo o texto da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) da chamada reforma eleitoral. No entanto, a matéria acabou sendo aprovada e segue para o Senado.

Ontem, na apreciação do segundo turno da PEC, o Cidadania, partido de Rubens Bueno, apresentou um destaque para retirar do texto a volta das coligações. A iniciativa da legenda recebeu 340 votos contrários a derrubada das coligações, 139 a favor e 3 abstenções.

Nosso partido sempre defendeu o fim das coligações nas eleições proporcionais, que o Congresso sabiamente havia derrubado em 2017. E nas últimas eleições para vereadores, sem as coligações, tudo funcionou melhor, ainda mais para o eleitor, que tinha mais clareza nas propostas do candidato que estava votando e não corria o risco de votar em um candidato de um partido e eleger um de outra legenda. Tentamos derrubar no plenário a volta dessas alianças temporárias entre os partidos, mas não foi possível. Esperamos agora que o Senado impeça a volta das coligações, disse Rubens Bueno.

Para o deputado, sempre é muito ruim mudar regras eleitorais às vésperas de um novo pleito, como é o que está acontecendo agora. “Existe a pressão de muitos parlamentares, que acreditam que só conseguem se reeleger com a volta das coligações, e também de partidos muito pequenos, que usam seus tempos de TV para negociar alianças nas eleições. Na minha opinião, grande parte dessa PEC representa um retrocesso. Se há um lado bom, é a parte que promove o incentivo ao lançamento de candidaturas de mulheres e negros para Câmara dos Deputados“, finalizou o deputado.

Você terminou a leitura

Compartilhar essa notícia

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on print

Escrever um comentário

Pesquisar

Digite abaixo o que deseja encontrar e clique em pesquisar.