Paraná vacina quase 1,2 milhão de pessoas

E mantém média acima da nacional

Com quase 1,2 milhão de paranaenses que já receberam a primeira dose da vacina contra a Covid-19, o Estado mantém uma cobertura maior que a média nacional. De acordo com o Vacinômetro da Secretaria de Estado da Saúde, até a tarde desta segunda-feira (5), 1.197.982 pessoas tinham recebido o imunizante, sendo que 263.410 já tiveram a dose de reforço.

O número equivale a 25% das cerca de 4,6 milhões de pessoas que compõem os grupos prioritários descritos no Plano Estadual de Imunização e abrange quase 10,8% de toda a população do Estado.

 

 

No Brasil, até o domingo (4), 19.474.826 pessoas tomaram a primeira dose da vacina e 5.389.211 a segunda, mostram os dados levantados pelo consórcio de veículos de imprensa junto às 27 secretarias estaduais de Saúde. Levando em conta esses números, 9,2% da população brasileira recebeu a primeira dose do imunizante, sendo que em 2,55% dos brasileiros foi aplicada a segunda.

No Estado, a campanha Vacina Paraná de Domingo a Domingo está mobilizando os municípios a disponibilizarem a aplicação todos os dias, sem intervalo.

Somente nesta última semana, desde a última segunda-feira (29), cerca de 264 mil paranaenses receberam a primeira dose do imunizante. Até agora, 1.451.392 doses de vacinas foram aplicadas em todo o Estado.

“Lançamos essa estratégia para ampliar o espectro dos grupos imunizados e acelerar esse processo, mas também para chamar a atenção de todos sobre a importância da vacinação”, afirma o secretário estadual da Saúde, Beto Preto. “Por isso quero reforçar que, chegando o seu momento de vacinar, procure a unidade de saúde mais próxima de casa. Tem que vacinar, é importante isso”, diz.

REFORÇO – Com uma nova remessa de imunizantes recebidas do Ministério da Saúde na semana passada, o Paraná distribuiu no feriado da Sexta-Feira Santa as doses para serem administradas na população com idade entre 65 e 69 anos, e também para iniciar a vacinação das forças de segurança e salvamento e das Forças Armadas.

 

A maior parte do 11º lote que chegou ao Paraná, porém, é voltada para aplicação da dose de reforço em cerca de meio milhão de pessoas. Esses imunizantes estão armazenados no Centro de Medicamentos do Paraná (Cemepar) para serem distribuídos aos municípios conforme o prazo previsto para a aplicação de cada dose.

“Vamos começar a distribuir essas doses nesta semana porque existe um aprazamento, um tempo que precisa esperar entre a primeira e a segunda dose. Temos em nossos controles os quantitativos que foram remetidos aos municípios em função das remessas anteriores. De acordo com essas remessas, fazemos o envio, para que a aplicação da segunda dose ocorra de uma maneira ordenada e no prazo certo”, explica o diretor-geral da Secretaria da Saúde, Nestor Werner Junior. “O esquema vacinal se completa com a aplicação da segunda dose e só 30 dias depois disso é que há a soroconversão total, em que o organismo produz os anticorpos para combater a doença”, destaca.

 

 

 

Você terminou a leitura, navegue pelas nossas notícias a seguir

Categorias e tags

Compartilhar essa notícia

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print
Share on email
Share on whatsapp

Siga-nos

Escrever um comentário

Pesquisar

Digite abaixo o que deseja encontrar e clique em pesquisar.