Flávio propõe Dia Nacional da Saúde Única

Também quer todos com papel na Saúde Única de forma colaborativa e multissetorial

O senador Flávio Arns (Podemos/PR) apresentou nesta quarta-feira (19) o Projeto de Lei nº 1837/2021 que cria o Dia Nacional da Saúde Única, a ser celebrado em 3 de novembro. Ele explica que o termo Saúde Única é uma abordagem que considera como humanos e animais interagem ecologicamente em um ambiente, onde qualquer alteração nestas relações provocará desequilíbrios e, consequentemente, a propagação de doenças.

“A Saúde Única é fundamental para proteger a saúde e os meios de subsistência de todas as pessoas do planeta. A persistente pandemia de Covid-19 demonstrou a eficácia das parcerias multidisciplinares, ao mesmo tempo em que destacou a necessidade de que o conceito e a abordagem do termo se expandam e se desenvolvam em face das inevitáveis ameaças futuras”, explicou o parlamentar.

Arns destacou, também, que todos têm um papel na Saúde Única, de forma colaborativa e multissetorial. “O objetivo é trabalhar para alcançar resultados de saúde ideais, reconhecendo a interconexão entre pessoas, animais, plantas e seu ambiente compartilhado. Estão incluídos médicos, enfermeiros, veterinários, agricultores, nutricionistas, psicólogos, administradores, economistas, engenheiros, entre diversos outros profissionais”, afirmou.

Vale lembrar que 2020 foi o quinto ano de realização da campanha mundial One Health Day, que chama a atenção para a necessidade de uma abordagem da Saúde Única para lidar com as ameaças à saúde compartilhadas na interface humano-animal-ambiente.

Você terminou a leitura

Compartilhar essa notícia

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on print

Escrever um comentário

Pesquisar

Digite abaixo o que deseja encontrar e clique em pesquisar.