Efeito da vacinação reduz caos, diz Roma

Brasil registrou 171.454 mortes pelo novo coronavírus

O deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB) afirmou nesta terça-feira, 4, que a vacinação dos grupos prioritários demonstra a importância da imunização para a redução do caos de saúde vivido pelo Brasil. Romanelli cita a pesquisa da Universidade Federal de Pelotas, que demonstra que caiu pela metade o número de mortes de pessoas de 80 anos ou mais, um dos grupos mais afetados pela pandemia da covid-19.

O estudo revela que o percentual médio de vítimas dessa faixa etária era de 25% a 30% em 2020 e passou para 13% no final de abril.  Quando teve início a imunização, em janeiro de 2021, o percentual era de 28%.  “É a prova inconteste da importância da vacina. Uma pena que tenhamos perdido o bonde da imunização pela irresponsabilidade do governo federal. Milhares de vidas poderiam ter sido salvas”, avalia Romanelli.

Os dados utilizados no trabalho da Universidade de Pelotas são do próprio Ministério da Saúde e referem-se ao intervalo entre 3 de janeiro a 22 de abril. Neste período, o Brasil registrou 171.454 mortes pelo novo coronavírus. O estudo mostra que no começo de 2021, a mortalidade entre pessoas de 80 anos ou mais era 13,7 vezes maior do que para pessoas com zero a 79 anos. Essa relação caiu para 6,9 vezes no início de abril.

Você terminou a leitura

Compartilhar essa notícia

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on print

Escrever um comentário

Pesquisar

Digite abaixo o que deseja encontrar e clique em pesquisar.