Cobra quer pagamento de insalubridade em dobro para trabalhador da saúde

Lembra que todos os profissionais tiveram suas férias, folgas ou licenças suspensas por conta da pandemia

O deputado Estadual Cobra Repórter (PSD), vice-líder do governo na Assembleia, apresentou na última terça-feira (15), um requerimento solicitando ao governador Ratinho Junior e ao  secretário de Estado da Saúde, Beto Preto, o pagamento em dobro de adicional de insalubridade para todos os servidores e empregados que realizam serviços essenciais nas unidades de saúde e hospitais de campanha, diretamente ligadas ao atendimento de pacientes suspeitos do coronavírus (COVID-19).

A medida abrangeria os técnicos em enfermagem, enfermeiros, atendentes, seguranças, e médicos e seria retroativo à decretação da Calamidade Pública Estadual, em março deste ano.

“Fizemos este requerimento por entender que estes profissionais fazem um trabalho imprescindível e estão exposto diariamente a um agente externo agressivo, o coronavírus, ultrapassando os limites de tolerância estabelecidos na NR 15 (Norma Regulamentadora Ministério do Trabalho e Emprego). Por isso entendo que o adicional de insalubridade em dobro seria mais do que justo”, defendeu Cobra Repórter.

Ele lembra ainda que todos os profissionais de saúde do Estado tiveram suas férias, folgas ou licenças suspensas por conta da pandemia, assim como tiveram o recesso de natal, de 21 a 24 de dezembro também suspensos por conta do cenário epidemiológico.

Você terminou a leitura

Compartilhar essa notícia

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on print

Escrever um comentário

Pesquisar

Digite abaixo o que deseja encontrar e clique em pesquisar.