Cidadania Honorária para Vanzeli

O comerciante, ex-vereador e ex-prefeito de Pinhalão, Aquiles Vanzeli(foto)recebeu o título de Cidadão Honorário do município nesta segunda-feira,dia 12, na sessão ordinária da câmara de vereadores local. A honraria foi aprovada por unanimidade.

O autor do projeto que concedeu a honraria foi o neto de Aquiles, atual presidente da câmara de vereadores de Pinhalão, Pablo Vanzeli (PSD).

“Fica aqui o reconhecimento a um dos políticos mais importantes da história do município”

“Estou há oito anos na câmara e agora que estou me despedindo gostaria de fazer essa homenagem a um homem que dedicou a vida a esse município. Foi vereador por duas vezes, prefeito por duas vezes e fez muito por Pinhalão. Se a gente fosse citar cada uma das obras e ações dele, não caberia num jornal inteiro. Então fica aqui o reconhecimento a um dos políticos mais importantes da nossa história”, destacou o edil.
Outro neto da Aquiles na política é o vereador eleito Luiz Eduardo Vanzeli (PSD), que também ressaltou a trajetória de vida do avô como homem público.

“É uma homenagem justa, um reconhecimento. Mas também acho que é uma lição para todos nós, políticos, que devemos nos espelhar do exemplo do meu avô. Fico muito contente porque tenho ele como minha grande inspiração para a política”.

Outro a elogiar foi o empresário Jesus Alencar Moré, conhecido como Zu do Casarão, que relembrou o começo de sua atuação no município. “Em 1982 vim passar o Natal em Pinhalão, estava morando em Ribeirão Preto, e o seu Aquiles me convidou a voltar a morar aqui. Vendi tudo que eu tinha e vim. Abri o negócio com grande ajuda dele, um homem muito correto e um grande exemplo. Esse título eu acho que ainda é pouco por tudo que ele fez por esse município”.

Você terminou a leitura

Compartilhar essa notícia

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on print

Categorias e tags

Escrever um comentário

Pesquisar

Digite abaixo o que deseja encontrar e clique em pesquisar.