Alex se reúne com representantes de fundação

O presidente da Frente Parlamentar da Educação do Congresso Nacional, deputado Alex Canziani (PTB-PR), e a vice-presidente da Frente para a Educação Fundamental, deputada Profa. Dorinha Seabra Rezende (DEM-TO), convidaram para a audiência representantes da Fundação Lemann, que integra a aliança de entidades pela campanha ‘Internet na Escola’._x000D_
Em uma iniciativa pioneira no Brasil, a Fundação Lemann, o Instituto Inspirare, a Rede Nossas Cidades e o Instituto de Tecnologia & Sociedade (ITS) se uniram para lançar uma campanha de mobilização com o objetivo de levar internet rápida a todas as escolas do país até 2016._x000D_
A diretora de projetos da Lemann, Camila Pereira, cobrou do governo a aplicação do atual plano de expansão da banda larga, que já prevê a cobertura de todas as escolas urbanas. “Atualmente 4,5 milhões de estudantes não são atendidos de acordo com plano atual por causa de problemas na infraestrutura civil, que era responsabilidade dos municípios e estados”, sustentou Camila Pereira, acrescentando que a maior parte da internet disponibilizada nas escolas não está sendo usada no processo pedagógico._x000D_
O ministro afirmou seu compromisso com a inclusão digital e apresentou os planos do Ministério das Comunicações (MC) para a universalização do acesso à internet, que vem sendo promovido a partir do Programa Nacional de Banda Larga (PNBL)._x000D_
A política de inclusão digital implementada pelo MC segue três vertentes: produtividade, crescimento econômico e integração nacional. Pelo PNBL, 70% dos municípios terão acesso, até 2018, às redes baseadas em fibra óptica, o que corresponderá a 90% da população. “As regiões mais distantes precisam estarem integradas ao restante do país. É o Brasil mais justo e menos desigual”, disse._x000D_
O gerente de projeto do Departamento de Banda Larga do Ministério da Justiça, André Moura Gomes, explica que 94% das escolas urbanas são atendidas com banda larga de 2 Megas. Segundo ele, o Programa Geral de Universalização calcula que o Brasil terá de investir R$ 1,5 bi em infraestrutura e outros R$ 850 milhões em serviços para ampliar a conexão nas escolas para 80 Megas até 2019._x000D_
A campanha ‘Internet na Escola’ chama atenção para o fato de que o uso das tecnologias como ferramentas de ensino aproxima a escola da realidade digital já vivida pelo aluno, facilita a organização do tempo em sala de aula e possibilita aos professores atuar de maneira mais intensa como orientador e mediador na formação dos alunos e no processo de aprendizagem. O movimento espera impactar o Governo Federal com a assinatura, até o final deste ano, de um compromisso formal por Internet rápida em todas as escolas públicas brasileiras, a ser implementado no próximo ano._x000D_
Como levar internet para todas as escolas? – O Plano Técnico Nacional de Conectividade nas escolas tem como objetivo oferecer subsídios e recomendações técnicas aos governos, como uma série de ações estratégicas para superar os gargalos de infraestrutura e propõe a reorganização do programa de oferta de Internet às escolas. Ele mostra que, de acordo com dados do Censo Escolar de 2013, das 190.706 escolas incluídas no levantamento, apenas 48% delas dispõem de conexão em banda larga._x000D_
Para tornar possível o uso de tecnologias da educação em salas de aula, além da infraestrutura, é necessário que haja uma velocidade mínima de 10 megabyte para que a rede possa ser usada por todos os alunos. A campanha de mobilização Internet na Escola pede o engajamento de toda a sociedade para mudarmos esse cenário._x000D_
Acessando o site internetnaescola.org.br, é possível participar da mobilização enviando um e-mail à presidente Dilma Roussef com o pedido para que ela assine o compromisso por público por internet em todas as escolas, realizar um teste online, rápido e gratuito para medir a velocidade da internet em sua escola, além de saber como engajar toda a sociedade em ações como o Dia da Conectividade._x000D_
A campanha também conta com uma página Internet na Escola, no Facebook, para curtir e acompanhar todos os passos da mobilização._x000D_
_x000D_
_x000D_
_x000D_
oto: Herivelto Batista-MC)

Você terminou a leitura

Compartilhar essa notícia

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on print

Categorias e tags

Escrever um comentário

Pesquisar

Digite abaixo o que deseja encontrar e clique em pesquisar.