Sequestrador/ladrão preso em SAP

Operação conjunta encarcerou bandido também por tentativa de homicídio qualificado e roubo

No final da tarde desta terça-feira, dia 24, a Polícia Militar platinense deu cumprimento a mandado de prisão temporária expedida em desfavor de suspeito da prática dos crimes de sequestro qualificado, tentativa de homicídio qualificado e roubo, ocorridos na semana passada.

O caso ocorreu na última quinta-feira, 19, por volta das 23 horas, quando dois indivíduos armados, um com uma pistola e outro com uma arma longa, abordaram três vítimas que estavam paradas no interior de um  GM/Corsa, no Bairro Aparecidinho III. As vítimas, um homem de 39 anos, outro de 32 e uma criança de sete anos, foram rendidos e obrigados a ir para o banco de trás do veículo.

Em seguida, os criminosos mantiveram todos os sequestrados e os levaram até um canavial próximo à Fazenda Regina Helena, onde por cerca de uma hora passaram a ameaçar de morte os dois adultos. Porém, em dado momento, o de 39 anos conseguiu escapar e fugir, sendo perseguido pelos elementos que passaram a efetuar diversos disparos de armas de fogo, atingindo-o apenas no braço direito.


Pouco depois , encontrou por acaso bombeiros que estavam lidando com um incêndio nas proximidades e pediu ajuda. Então acionada a Polícia Militar que foi até o local e não encontrou as outras vítimas naquele momento.
Na sequência a criança e homem de 32 anos foram localizados pelos policiais militares em suas residências e narraram terem sido liberados no local indivíduos e voltaram a pé, pois os marginais subtraíram o veículo e se evadiram.

O caso foi passado para Polícia Civil que iniciou investigação sendo que o delegado instaurou inquérito para apurar o crime de sequestro qualificado em razão de uma das vítimas ter menos de 18 anos (artigo 148 do Código Penal), roubo majorado pelo concurso de pessoas e emprego de arma de fogo (artigo 157, §2º, inciso II e §2º-A, inciso I, do Código Penal) e tentativa de homicídio qualificado por recurso que impossibilite defesa da vítima (artigo 121, §2º, inciso IV, c/c artigo 14, inciso II, do Código Penal).
No domingo, dia 22, o Corsa foi recuperado pela PM e entregue à Civil.
Após realizadas investigações pela Polícia Civil, Rafael Guimarães representou pela prisão temporária de um dos suspeitos, de 20 anos e com passagens por roubo, tráfico de drogas e posse ilegal de arma de fogo. O Ministério Público deu parecer favorável à prisão sendo decretada pelo juízo da Vara Criminal da Comarca de Santo Antônio da Platina. O mandado imediatamente cumprido após sua expedição.
A Civil aguarda a conclusão de outras provas que estão em andamento para finalizar o inquérito e ainda trabalha para identificar o outro autor dos delitos.

 

Você terminou a leitura

Compartilhar essa notícia

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on print

Escrever um comentário

Pesquisar

Digite abaixo o que deseja encontrar e clique em pesquisar.