Polícia Civil faz operação com prisões

Com o objetivo de desmantelar o tráfico de drogas na região, a Polícia Civil através da 12ª Subdivisão Policial (SDP) de Jacarezinho, deflagrou a operação “Anklet”, cumprindo dois mandados de prisão e quatro de busca e apreensão na Vila Setti, em Jacarezinho.A palavra em inglês tem como significado tornozeleira e é referência a Tallyta Alves da Silva, marginal da iniciativa.
As investigações que perduraram por três meses resultaram no cumprimento de nove mandados de prisão, sete de busca e apreensão, duas conduções contra adolescentes, além da apreensão de 879 gramas de crack, 159 gramas de maconha e sete gramas de cocaína.
A ação iniciou no dia 26 de novembro do ano passado, depois que a Polícia Civil começou a investigar Tallyta Alves da Silva, conhecida como “Tallytão”, 19 anos, que saiu da prisão após ganhar o benefício da detenção domiciliar com a utilização da tornozeleira eletrônica.
Em investigações, foi constatado que a suspeita continuou suas atividades ilícitas gerenciando o tráfico de drogas na cidade.
Na quinta-feira (14), durante o cumprimento de um mandado de prisão e busca e apreensão na casa de “Tallytão”, os policiais apreenderam cerca de 79 gramas de crack, o valor de R$ 680 em dinheiro, dois celulares, além de anotações referentes a contabilidade do tráfico.
No mesmo dia a polícia cumpriu outro mandado de prisão e busca e apreensão, na residência de Nereu Valério Paz Filho, 18 anos, preso pela equipe policial de Jacarezinho também na Vila Setti. Outros dois adolescentes de 15 e 17 anos, foram conduzidos até a delegacia. Com um dos menores a polícia apreendeu um cigarro de maconha.
PRISÕES – No percurso das investigações no dia 3 de dezembro do ano passado, a Polícia Civil prendeu na Rodoviária de Londrina, Maria Lúcia de Souza Machado, 25 anos. Investigações apuraram que a suspeita se deslocou até a cidade para buscar 800 gramas de crack para serem revendidos em Jacarezinho.
Na mesma data, as irmãs Daniela Getúlio da Costa, 18 anos e Maristela Getúlio da Costa, 32 anos, foram presas quando tentavam entrar na carceragem da unidade de Jacarezinho com drogas escondidas em suas partes íntimas. Com elas a polícia localizou aproximadamente 200 gramas de maconha e sete gramas de cocaína, que seriam entregue aos seus conviventes presos.
Todos responderão pelo crime de tráfico de drogas.

Você terminou a leitura

Compartilhar essa notícia

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on print

Categorias e tags

Escrever um comentário

Pesquisar

Digite abaixo o que deseja encontrar e clique em pesquisar.