Julgamento de escândalo de corrupção em Wenceslau Braz

São quatro candidatos a prefeito na cidade; um é protagonista da vergonha

A Justiça e o Ministério Público começaram a ouvir, no dia 11 de outubro de 2017, as testemunhas do caso Amunorpi(Associação dos Municípios do Norte Pioneiro).Foi no Fórum Desembargador Octávio do Amaral, em Santo Antônio da Platina. A sede da entidade (foto) na época era na cidade. Hoje, fica em Jacarezinho.

Oitiva, em Direito Processual, refere-se ao ato de ouvir as testemunhas ou as partes de um processo judicial.

As ações civis e os consequentes inquéritos realizados pelo Gepatria(Grupo Especializado na Proteção do Patrimônio Público e no Combate à Improbidade Administrativa), do Núcleo do Norte Pioneiro,trabalham ainda hoje com as denúncias de irregularidades  praticadas por ex-funcionários e ex-prefeitos da região, em especial os que exerceram a presidência.

Denunciado pelo Ministério Público tendo à frente a doutora Kele Cristiani com provas praticamente incontestáveis, o então presidente Taidinho Santos (fotos) vive um tormento desde então.  Atualmente, não pode, por exemplo, se ausentar do município por mais de oito dias sem dar satisfações para a Justiça. A intenção das autoridades é evitar uma possível fuga.

No início, o político investiu em xingamentos e calúnias contra o jornalista Valcir Machado, que dirige o npdiario. A ação judicial, que envolve também o profissional como pessoa jurídica, tiveram duas audiências no fórum de Wenceslau Braz e duas no fórum de Santo Antônio da Platina, sendo que na última o acusado simplesmente faltou, sem justificativa. A conclusão, com o esperado desfecho, deve ser conhecida em 2021.

O advogado do jornal é o dr. César Augusto de Mello e Silva.

“Líder” do maior escândalo político da história do Norte Pioneiro, o réu é candidato a prefeito de Wenceslau Braz. Se eleito, além de envergonhar a população regional, pode ceder o lugar ao vice. Os brazenses podem evitar esse constrangimento. Quase uma tragédia para as futuras gerações.

Wenceslau Braz tem outros três nomes na disputa para o cargo de prefeito do mandato 2021/2024. São candidatos: Paulo Rick (Podemos), Marcelo Fayad (Republicamos), o postulante Omar Andraus (PTB) preferiu desistir dias atrás para exercer o voto útil e está apoiando Paulo Leonar (Progressistas), atual chefe do executivo,vítima de vereadores oposicionistas que tentaram de todas as formas tirá-lo do poder legitimamente conquistado nas urnas.

Decência, pacificação, maturidade, consciência cívica, patriotismo, sensatez, entre outros adjetivos podem justificar a escolha em um desses três candidatos.

Ou não. Aí, é com o eleitor.

 

Você terminou a leitura

Compartilhar essa notícia

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on print

Escrever um comentário

Pesquisar

Digite abaixo o que deseja encontrar e clique em pesquisar.