Dissão permanece na UTI

Na manhã desta quinta-feira, dia 16, um dos marginais que invadiu residência e matou a tiros Raí da Silva Cudik foi preso e o outro já foi identificado pela polícia.

Segundo informações do delegado Tristão Antônio Borborema de Carvalho, os dois meliantes, um de 19 e outro de 18 anos, tentaram roubar a residência da família.

Raí da Silva Cudik(Foto/Arquivo npdiario), de 15 anos, morreu em torno das 21h30m desta quarta-feira,dia 15, em sua casa, invadida por dois bandidos.Ele era filho do ex-vereador platinense Edson da Silva Cudik (PSDB), o Dissão,que também corre risco de morte,foi operado no centro cirúrgico do Hospital Nossa Senhora da Saúde, em Santo Antônio da Platina.O ex-vereador foi encaminhado para a Unidade de Tratamento Intensivo da Santa Casa de Jacarezinho.

A esposa do sitiante e mãe do adolescente, Rosanete(foto à direita com o pai dela na frente do Pronto Socorro),contou para a reportagem aos prantos que dois jovens entraram na residência, no distrito rural do Monte Real, já atirando,”eles não falaram nada, só deram um monte de tiros”,afirmou,”um deles estava de capuz , mas depois tirou”, complementou.
O garoto recebeu uma bala no abdômem e perdeu a vida em poucos minutos.

Dissão, kiteiro e produtor de feijão,foi alvejado no lado direito da barriga, braços e no lado esquerdo do tórax.
O menino foi catequista e estudava no Colégio Estadual Rio Branco.
O casal possui mais um filho, de 12 anos, que está bem.
O Instituto Médico Legal levou o corpo do adolescente e deve chegar na Funerária Santo Antônio(fotos) no começo da tarde para ser velado.Foi sepultado no final da tarde no cemitério Parque das Oliveiras.

Mais detalhes a qualquer momento.
dissao4

 

dissao]

dissao1

dissao2

dissao3

dissao4rainpdiario

Você terminou a leitura

Compartilhar essa notícia

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on print

Escrever um comentário

Pesquisar

Digite abaixo o que deseja encontrar e clique em pesquisar.