Técnicos se reúnem para analisar reservatórios

A Duke Energy inicia nesta segunda-feira (30) mais uma série de reuniões com o intuito de apresentar os procedimentos adotados na operação dos reservatórios de oito usinas hidrelétricas sob sua concessão, no Rio Paranapanema. Os encontros serão realizados em oito cidades paulistas e paranaenses vizinhas a seus empreendimentos, e deverão reunir imprensa, representantes das prefeituras, Defesa Civil, Corpo de Bombeiros, Polícia Ambiental, e interessados em geral.Em Jacarezinho,será às 14 horas na sala de licitação da prefeitura._x000D_
_x000D_
As primeiras atividades ocorrem segunda-feira em Piraju, às 9h, e em Ourinhos, às 14h30. Na semana posterior os técnicos da empresa seguem com explanações nos municípios paranaenses de Jacarezinho, Jardim Olinda e Porecatu, e nos paulistas de Salto Grande, Teodoro Sampaio e Rosana._x000D_
De acordo com André Guimarães, da área de Relações Institucionais, a série de reuniões é promovida anualmente, com o intuito de aproximar a comunidade e expor informações de como a concessionária operasuas usinas e reservatórios especialmente no período das chuvas que iniciou em novembro._x000D_
“Nossos técnicos detalham sobre o gerenciamento das usinas e os procedimentosadotados junto aosreservatórios em épocas nas quais haja tendência de cheias ou secas. Por isso, é importante que todos participem e conheçam a operação destes reservatórios que fazem parte do cotidiano dos municípios vizinhos aos empreendimentos da Duke Energy”, enfatiza Guimarães._x000D_
Entre as explanações estão o cenário climatológico e o contingenciamentoseguido pela empresa nos cenários de cheias e também em situações de escassez de chuvas._x000D_
Com o objetivo de avaliar, minimizar e eliminar, sempre que possível, cheias na Bacia do Paranapanema, a empresa implantou o Sistema para Operação em Situação de Emergência (Sosem). Por meio dele, a empresa mantém equipes prontas para agir, de forma imediata, no gerenciamento das hidrelétricas, atuando com base em procedimentos e ações previamente estudados._x000D_
“Além de tomar as providências preventivas e corretivas necessárias à integridade e segurança das usinas, o sistema considera os interesses e a segurança das comunidades ribeirinhas. Este trabalho também é relatado durante reuniões programadas”, acrescenta Marcos Galera, gerente do Centro de Operações do Sosem._x000D_
Para manter a população informada, a companhia aindadisponibiliza o Telecheia (0800-7702428), um serviço 24 horas para atender ribeirinhos, produtores rurais e autoridades. Outras informações sobre as vazões do Rio Paranapanema também podem ser obtidas no site www.duke-energy.com.br._x000D_
A Duke Energy Brasil opera e administra oito usinas hidrelétricas instaladas ao longo do rio Paranapanema e duas pequenas centrais hidrelétricas no rio Sapucaí-Mirim, com um total de 2.274 megawatts (MW) de capacidade instalada. Em 2014, a companhia gerou 11,2 milhões de MWh, energia suficiente para abastecer 5,6 milhões de famílias ou 22 milhões de habitantes. Com cerca de 300 empregados no país, a Duke Energy Brasil representa o maior investimento internacional da norte-americana Duke Energy Corp.,a maior companhia de serviços públicos dos Estados Unidos.

Você terminou a leitura
Compartilhar essa notícia
Escrever um comentário

Últimas notícias

Hoje tem Sportbay de Velocross no PR
12 minutos atrás

Segunda etapa da temporada acontece neste fim de semana, com a promessa de belos pegas

Confira ofertas neste FDS na rede Molini’s
42 minutos atrás

Frutas, queijo, alho, arroz, queijo e muito mais

RPA prende homem em S. A. da Platina
50 minutos atrás

Ontem à noite no bairro Santa Cruz com drogas e até violão furtado A RPA

Pesquisar

Digite abaixo o que deseja encontrar e clique em pesquisar.