Sepultado corpo de mulher que caiu de cadeira em Siqueira

Corpo foi enterrado no final da tarde deste domingo no cemitério local

Gislaine Alves de Brito (foto), de 37 anos, perdeu a vida em torno de 4h50m deste domingo, dia primeiro, em Siqueira Campos. Solteira, não tinha filhos.

Ela estava sentada aproveitando com amigas uma festa de aniversário infantil de uma menina, e em torno de 21h45m sentiu-se mal, caiu, bateu a cabeça no chão, foi levada rapidamente à Santa Casa, mas não resistiu e morreu na madrugada de hoje.

Não tinha cardiopatias, problemas de pressão arterial e nem havia tomado álcool.

O atestado de óbito da médica Carla Vieira Lins, foi Trauma cranioencefálico (TCE).

Quando há um golpe forte numa caixa craniana, pode haver sangramento e formar coágulo. Na “competição” por espaço, a pressão aumenta e o cérebro não consegue receber a quantidade de sangue que precisa. A morte cerebral acontece geralmente por causa de uma pressão intracraniana tão elevada que o sangue bombeado pelo coração não consegue penetrar para nutrir os tecidos.

Lesões cranianas normalmente ocorrem quando a cabeça é batida contra um objeto ou sacudida violentamente, causando aceleração e desaceleração cerebrais rápidas.

O corpo de “Gí”, como era chamada, foi velado na Capela Colinas na Rua Presidente Getúlio Vargas, 306, Vila Operária, em Siqueira Campos e o sepultamento à tarde no cemitério local.

Você terminou a leitura
Compartilhar essa notícia
Categorias e tags
Escrever um comentário

Últimas notícias

Feijoada beneficente de ONG/Jacarezinho
2 horas atrás

Será feita no próximo domingo (29) Neste domingo, dia 29, a ONG Núbia Rafaela Nogueira

Quinta da carne em todos Molini’s hoje
2 horas atrás

Confira todas as imperdíveis ofertas:

Veículo furtado foi achado em Carlópolis
2 horas atrás

Pela Rádio Patrulha de Carlopolis Ocorreu em Carlópolis recuperação de veículo furtado. Os fatos são

Pesquisar

Digite abaixo o que deseja encontrar e clique em pesquisar.