Luísa Canziani é “Cabeça do Congresso Nacional”

Jovem do norte do Paraná cumpre primeiro mandato de forma extraordinária

Luísa Canziani (fotos) é uma das sete parlamentares do Paraná incluídas na 28ª edição da lista dos “Cabeças do Congresso” e a única do Estado exercendo o seu primeiro mandato. Entre os congressistas do estado, escolhidos também Álvaro Dias (Podemos), Enio Verri (PT), Gleisi Hoffmann (PT), Gustavo Fruet (PDT), Ricardo Barros (PP) e Rubens Bueno (Cidadania).

A relação foi divulgada nesta sexta-feira, dia 27, pelo Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap). Esse levantamento é anual e avalia a atuação dos 513 deputados federais e dos 81 senadores.

A parlamentar nascida em Londrina tem só 25 anos e também aparece entre os cinco parlamentares mais influentes na área de educação – a única do Paraná. Luísa Canziani também está entre as mulheres mais influentes do Congresso Nacional, juntamente com outras 11 deputadas e 4 senadoras. Na edição anterior da lista, ela estava entre os 150 parlamentares mais influentes do Congresso.

Pela sua trajetória em defesa da educação brasileira, Luísa foi agraciada, no ano passado, com o título de melhor deputada na categoria especial “Defesa em Educação”, do Prêmio Congresso em Foco. No mesmo prêmio, foi eleita, por um júri especializado, entre as cinco melhores parlamentares da Câmara dos Deputados.

No primeiro ano do seu mandato, a deputada foi eleita presidente da Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher, sendo a mais jovem parlamentar da história da Câmara dos Deputados a assumir a responsabilidade em um colegiado. Ela também é integrante titular das Comissões de Educação e Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática. Foi presidente da Comissão Permanente de Defesa dos Direitos da Mulher, a mais jovem presidente da uma comissão da história da Câmara dos Deputados.

O objetivo da lista é fornecer aos movimentos sociais uma radiografia dos principais interlocutores – partidários, profissionais, ideológicos ou de grupos políticos – no Congresso Nacional. O Diap foi fundado em 1983 e promove pesquisas de opinião, mapeia atores-chave do processo decisório parlamentar, entre outras atividades. É constituído por cerca de 900 entidades sindicais de trabalhadores de todos os estados do País (Colaboração: 38 News).

Você terminou a leitura

Compartilhar essa notícia

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on print

Escrever um comentário

Pesquisar

Digite abaixo o que deseja encontrar e clique em pesquisar.