Ibaiti abre vagas para educadores sociais

As inscrições poderão ser feitas até o dia quatro de agosto

A Prefeitura de Ibaiti através da Fundação de Apoio a Criança e ao Adolescente de Ibaiti – FACAI, abriu Processo Seletivo Simplificado para a contratação de quatro educadores sociais para trabalhar na instituição.

São mais duas vagas para cadastro de reserva.

Os salários são de R$ 1.100 reais. As inscrições vão até o dia quatro de agosto e o resultado final sairá no dia 23.

As inscrições podem ser feitas clicando no link AQUI

 

O educador social é o profissional que busca garantir os direitos, a atenção e a proteção de pessoas em vulnerabilidade social, situação de risco ou excluídas.

Por meio do uso de ferramentas pedagógicas, os educadores sociais interferem nos problemas sociais dessas pessoas e as reintegram na escola, na família e na comunidade. Os trabalhos desenvolvidos pelo educador social visam emancipar esses indivíduos e os tornar ativos na sociedade.

Os educadores sociais podem trabalhar com crianças, adultos e idosos nas mais diversas situações de vulnerabilidade social. Veja alguns dos públicos alvos do trabalho dos educadores sociais:

Vítimas de abuso ou de violência física e/ou psicológica;
Pessoas em situação de rua;
Dependentes químicos;
Pessoas com deficiência física e/ou mental;
Adolescentes infratores;
População carcerária;
População indígena;
População quilombola;
População rural.
A função do educador social é acolher, conversar e orientar as pessoas no processo de ressocialização. Esses profissionais podem desenvolver diversas ações visando o desenvolvimento social, como atividades recreativas, esportivas, culturais, educativas etc.

O dia do educador social é comemorado em 19 de setembro, em homenagem ao aniversário do educador Paulo Freire, considerado o patrono da educação brasileira e referência em educação popular.

Qual deve ser o papel do educador?
Os educadores sociais têm o importante papel de combater exclusão social no país. Ele é um agente da educação que intervém, avalia e reflete sobre os problemas sociais com a missão de transformar a sociedade por meio de projetos e atividades.

Eles se utilizam a educação para promover a justiça social; os direitos humanos, sociais, culturais e políticos; a liberdade; o exercício da cultura; a arte-educação; a recreação; a igualdade e a democracia, além de lutarem contra toda e qualquer tipo de discriminação.

Qual a diferença entre o educador social e o assistente social?
O trabalho do educador social é bem parecido com o do assistente social e eles podem até trabalhar em conjunto, mas há diferenças. O educador social não se atém somente à assistência às pessoas em situação de vulnerabilidade social; ele usa a educação para promover a cidadania, emancipar e melhorar a qualidade de vida dessas pessoas.

Onde trabalha o educador social?
Geralmente, os educadores sociais trabalham no setor público e em organizações não-governamentais (ONG), mas também atuam na iniciativa privada. Eles podem trabalhar em escolas, creches, asilos, presídios, hospitais, centros comunitários, conselhos tutelares, centros de acolhimento e entidades de esporte, lazer e recreação.

Entre as atividades desempenhadas por esses profissionais, estão:

Ministrar aulas, oficinas, atividades pedagógicas;
Acompanhar a evolução dos educandos;
Elaborar planejamentos e relatórios de atividades;
Promover integração social;
Incentivar a criatividade e inovação;
Conduzir reuniões e orientar famílias e grupos.
Além disso, eles podem promover manifestações culturais folclóricas e da cultura brasileira, educação ambiental, educação sexual, conscientizações sobre saúde e atividades recreativas, de esporte e lazer.

 

Você terminou a leitura

Compartilhar essa notícia

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on print

Categorias e tags

Escrever um comentário

Pesquisar

Digite abaixo o que deseja encontrar e clique em pesquisar.