Enterrado idoso que morreu queimado

Tentou apagar incêndio ambiental mas acabou tragado pelo fogo

O comerciante Vítor Tavares de Paiva (fotos), de 73 anos, perdeu a vida queimado em torno das 11h15m desta terça-feira, dia 24, na zona rural de São José da Boa Vista, município do Norte Pioneiro distante 31 KM de Wenceslau Braz.

Conhecido como “Vitinho do Bar” porque seu estabelecimento era popular, comercializando sorvetes, salgados no centro da cidade, ao lado Igreja Matriz católica.

De acordo com informações privilegiadas fornecidas ao npdiario, o homem tinha uma casa e, ao ver um incêndio ambiental próximo, tentou debelar as chamas sozinho. Porém o forte calor e a ventania levaram labaredas até a vítima, que morreu tragicamente no local.

Deixou a esposa e os filhos Edson e Mara, que residem nos Estados Unidos e Celso Luiz, que tem uma sorveteria, e tinha ainda Élcio, já falecido.

O corpo não chegou a ficar carbonizado (quando se transforma em carvão) e foi sepultado nesta quarta-feira, dia 25, no cemitério boavistense. A Funerária Uniwences cuidou do caso.

Você terminou a leitura

Compartilhar essa notícia

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on print

Escrever um comentário

Pesquisar

Digite abaixo o que deseja encontrar e clique em pesquisar.