Bebê de Quatiguá não voltou

Menina foi tirada de casa de forma irregular

 

Em torno de 11 horas de quarta-feira, 14, dois PMs ( por força institucional, não tiveram participação direta no episódio e, pelo contrário, se comportaram exemplarmente, como é normal na corporação) e três conselheiras tutelares foram até a casa de uma moça de 22 anos, em Quatiguá.

Na residência, encontraram a jovem amamentando a filha (fotos), de 11 meses, fruto do relacionamento com um rapaz que mora em Curitiba. O casal está separado. A nenê foi tirada e levada para ser entregue ao genitor por supostos maus tratos.

Em contato com a reportagem, a vítima relatou a injustiça, pois a menina foi retirada do abrigo materno e levada, de maneira ilegal, para o pai, na Capital.

Tudo por conta de uma falsa denúncia de parente da mãe biológica da bebê.

Entre a noite de quinta e manhã desta sexta-feira, dia 16, o npdiario agiu por causa da injustiça, de maneira discreta.O fato é que o Ministério Público e a Justiça(a valente genitora procurou também o fórum e a delegacia de Polícia Civil em Joaquim Távora) obrigou o conselho tutelar a desfazer o “mal entendido”.

A presidente do CT quatiguaense, Sílvia Robles, foi procurada pelo npdiario e preferiu não comentar, alegando sigilo.

O próprio conselho transportou a moça para Curitiba nesta sexta para resgatar a criança e trazê-la de volta a Quatiguá. Só que as conselheiras não conseguiram e retornaram. Devem tentar novamente neste fim de semana.

 

 

 

Você terminou a leitura
Compartilhar essa notícia
Escrever um comentário

Últimas notícias

Casa pega fogo e Defesa Civil apaga (vídeo)
10 horas atrás

Não houve vítimas mas a residência foi bastante atingida Os agentes Rafael e Alex, da

Colisão Celta e moto fere jovem (vídeos)
10 horas atrás

No final da tarde desta quarta-feira em Santo Antônio da Platina https://youtu.be/yxJG_YBdyx0   Acidente no

Unopar da região parabeniza todos assistentes sociais
16 horas atrás

Realizada palestra em comemoração Em comemoração ao Dia do Assistente Social, a Unopar de Santo

Pesquisar

Digite abaixo o que deseja encontrar e clique em pesquisar.