“Filhas do Paraná” em Carlópolis(vídeo)

Mulheres motociclistas passarão pelo Norte Pioneiro levando mensagem sobre a importância da prevenção do câncer de mama e colo de útero

O grupo Filhas do Vento e da Liberdade está engajado em mais uma missão. Depois de ir até o Chile numa viagem apenas de mulheres, realizada em anos anteriores, as motociclistas irão contornar o Paraná sobre duas rodas em uma grande ação de conscientização sobre o câncer de mama e de colo de útero.

A expedição Filhas no Paraná acontece durante o mês de outubro, conhecido como Outubro Rosa, justamente em alusão ao combate da doença.

A jornada inicia nestas sexta e sábado, dias 15 e 16 , pela cidade de Carlópolis e, ao longo de aproximadamente 30 dias, percorrerá as divisas com São Paulo, Mato Grosso do Sul, Paraguai, Argentina e Santa Catarina. Essa aventura de mais de 2,5 mil quilômetros tem apoio da Federação Paranaense de MotociclismoFPRM e, em Carlópolis, conta com o apoio da Prefeitura Municipal através das Secretarias de Turismo, Agricultura e Meio Ambiente e Saúde.

A expedição vai também para outras regiões do estado e também cidades do NP, como Wenceslau Braz, Siqueira Campos (Pro Tork), Joaquim Távora (plantio de mudas no Santuário Santíssimo Nome de Jesus), Ribeirão Claro, Jacarezinho, Andirá e Santa Mariana e Cornélio Procópio, todas com plantio de mudas.

Após este trajeto, a expedição segue para outras regiões. Segundo a organização da expedição, o objetivo é “mostrar que a mulher motociclista é capaz de grandes desafios. Mais que uma ação, uma vibração capaz de envolver as pacientes de câncer de mama e divulgar a importância da prevenção no combate à doença. Entregar ao Mundo a Rota 5 Fronteiras, para divulgar nosso Estado, capacitar o receptivo e o mercado do turismo nas cidades do trajeto”.

Como referência a Campanha Outubro Rosa as mulheres percorrerão o trajeto com uniforme na cor rosa e as mudas que serão plantadas também são da cor rosa (Manacá da Serra e Ipê Rosa) como forma de incentivo ao combate ao câncer de mama e de colo de útero. Na região do Norte Pioneiro, a expedição tem total apoio da ATUNORPI, Associação Turística do Norte Pioneiro do Paraná.

O presidente da ATUNORPI, Welington Trautwein Bergamaschi destaca a importância da expedição para o Norte Pioneiro e o Paraná em geral. “A expedição é diretamente ligada com turismo, meio ambiente e saúde da mulher. É de extrema importância uma rota de motocicleta no Paraná e ainda que contemplará o Norte Pioneiro o que ajudará a alavancar o turismo pós pandemia”, destacou.

Ainda de acordo com Welington, a expedição envolve o meio ambiente na questão do plantio das mudas de Manacá da Serra e Ipê Rosa. “Haverá o plantio em alguns municípios como Siqueira Campos, Joaquim Távora, Carlópolis, Ribeirão Claro, Jacarezinho, Andirá, Santa Mariana e Cornélio Procópio. Serão contatados secretários de saúde, meio ambiente e turismo. Mulheres que já venceram o câncer de mama serão inseridas na expedição durante o plantio das mudas que poderão dar depoimentos a respeito”, explicou o presidente da ATUNORPI.

Saúde, economia, sustentabilidade, turismo, esporte e aventura. Tudo misturado para deixar o Paraná mais rosa nos próximos 15 dias. É assim, empunhando a bandeira do Outubro Rosa e da prevenção ao câncer de mama, que 15 mulheres motociclistas deram início nesta quinta-feira (14) à Expedição Filhas do Paraná, uma viagem de 15 dias pelo Estado, percorrendo 40 cidades e mais de 2,5 mil quilômetros.

A largada para a rota ocorreu no Palácio Iguaçu (Curitiba) e contou com a presença do governador em exercício Darci Piana – o governador Carlos Massa Ratinho Junior está participando de uma missão internacional nos Emirados Árabes Unidos. O evento conta com o apoio da Secretaria do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo (Sedest), por meio da Paraná Turismo e do Instituto Água e Terra (IAT), Paraná Esporte e da E-Paraná Comunicação.

“É um projeto especial, por ser das mulheres, e uma iniciativa moderna, que alia a divulgação do turismo do Paraná para todo o País e a promoção da saúde, da conscientização dos cuidados necessários para a prevenção do câncer de mana através do Outubro Rosa”, afirmou Piana. “O turismo é uma bandeira muito importante para o governador Ratinho Junior e esse evento colabora para isso”.

Diretora-geral da Sedest, Fabiana Campos destacou que as motociclistas farão paradas estratégicas durante todo o percurso para o plantio de 250 mudas de espécies nativas (manacá-rosa) produzidas nos viveiros do IAT. “Esse projeto congrega inovação, saúde, sustentabilidade e meio ambiente. Tudo através da força da mulher paranaense. E o manacá-rosa será a lembrança e o marco desta travessia pelo Estado”, disse.

Além de causar grande mobilização nos municípios visitados, as participantes farão várias atividades com foco na conscientização. Haverá plantio de árvores na Ilha do Ponciano, simbolizando a força feminina.

A idealizadora do evento é Telma Crummenauer. “Queremos levar uma mensagem de apoio e esperança da melhor forma, mostrando que as mulheres podem sim conquistar seus sonhos e por isso organizamos essa viagem. Em um ato de coragem e pioneirismo, somos o primeiro grupo composto integralmente de mulheres a contornar todo o Estado do Paraná”, frisa.

Visita Expedição Filhas do Paraná – Agenda para Carlópolis

Data: 15/10
16:00 – Chegada no Hotel Portal
Dia 16/10
9:00 – Carreata com a Equipe da Secretaria Municipal de Saúde e Rotary Club
10:00 – Plantio de mudas no Centro de Eventos Ilha do Ponciano

Todos estão convidados a participar.

 

 

 

 

 

 

Você terminou a leitura

Compartilhar essa notícia

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on print

Escrever um comentário

Pesquisar

Digite abaixo o que deseja encontrar e clique em pesquisar.