Coritiba vence Operário no Paranaense

Goleada coxa-branca na quinta rodada do Campeonato Paranaense de Futebol 2016. Luccas Claro, Kléber (2) e Dudu foram os grandes responsáveis pela vitória do time patrocinado pela Pro Tork sobre o Operário, na noite deste domingo, dia 21, no Couto Pereira.

O Coxa entrou em campo com algumas alterações em relação às primeiras partidas do ano. Gilson Kleina não pôde contar com Juninho, que foi expulso no último jogo. Ruy, Reginaldo e Alan Santos não foram relacionados. Já Ceará e Dudu voltaram a aparecer entre os 11. Assim, Wilson, Ceará, Walisson Maia, Luccas Claro, Carlinhos, Amaral, João Paulo, Juan, Dudu, Leandro e Kléber começaram jogando.
Refazendo o duelo da final estadual de 2015, as equipes entraram no gramado querendo os três pontos da rodada. Em casa, o Coxa ia atrás da vitória apoiado pela sua torcida e com vontade de voltar a vencer na competição.
Nos minutos iniciais, o Operário esteve em campo com uma formação propensa a forte marcação e o Coritiba ia tocando os passes em jogadas iniciadas na defesa, buscando espaço para conquistar o ataque. Com sete minutos, a primeira chance clara de gol para o Coxa veio com cobrança de falta de Dudu, que foi defendida pelo goleiro Silvio. O time de Ponta Grossa respondeu logo em seguida, mas Luccas Claro fez a interceptação da jogada e tirou o perigo. Aí veio o primeiro gol coxa-branca da goleada da noite.
Luccas Claro mandou para o fundo das redes aos 13 minutos, após cobrança de falta de Carlinhos. A bola foi quase na pequena área e o zagueiro do Verdão fez o gol e saiu para comemorar com os companheiros da equipe. Apesar de todos anunciarem que o gol foi de Kléber, que também participou da jogada, o árbitro assinalou para Luccas Claro.
O Coxa queria mais no jogo. Aos 32 minutos, Kléber então fez o dele, sem forma nenhuma de contestar, e se confirmou na ponta da artilharia do Campeonato Paranaense até o momento. Ele recebeu na entrada da área e surpreendeu com o chute. A bola desviou na zaga do Operário e morreu dentro do gol.
Com 37’, Dudu chutou rasteiro e assustou o time visitante. Pouco depois, saiu! E foi com estilo, um golaço! Um chute forte de longe, que explodiu na parte de baixo do travessão e foi para dentro do gol. Coritba 3×0 Operário.
Na segunda etapa do jogo, o Coritiba foi para cima. No entanto, o Operário também criou chances claras ofensivas. Sem nenhuma alteração nas duas equipes, a partida foi tomando seu rumo.
Com oito minutos, Rafinha do Operário bateu e a bola pegou em Walisson Maia e foi para fora, assustando a todos. Com 15’, houve uma confusão e Dudu do Coxa e Baiano do Operário acabaram levando o cartão amarelo.
Mas aí, a estrela do artilheiro da competição até a quinta rodada brilhou muito. Ele queria seu segundo gol no jogo e foi um golaço. Quando o relógio assinalava 21 minutos da etapa complementar, Kléber recebeu de Ceará e, de bicicleta, marcou o quarto do Coxa.
O Operário pareceu não sentir mais um gol e Marko mandou no travessão. Aí Kleina fez as primeiras substituições no Coxa, colocando Ícaro no lugar de Walisson e Evandro no lugar de Kléber. O camisa 83 saiu aplaudido de campo e retribuiu a torcida com gestos de agradecimento.
Com o jogo com uma boa vantagem do Coxa no placar, o Operário tentava se reinventar em campo e buscava o gol. Wilson e seus companheiros do sistema defensivo trabalharam bem e evitaram os avanços do adversário. No Verdão, Cáceres entrou no lugar de João Paulo.
Antes do apito final a trave parou por duas vezes o que seriam o quinto e o sexto gol do Coxa. Na primeira jogada, Evandro carregou a bola e passou para Juan, que mandou um chutaço. Na sequência, Evandro de novo. Desta vez, ele que chuta e vê a trave atrapalhando seus planos. Mesmo assim, a partida terminou com uma bela vantagem coxa-branca no placar. Coritiba 4×0 Operário.
Agora o Coxa terá menos de uma semana para se preparar para o jogo de quinta-feira, dia 25 de fevereiro, que será contra o Rio Branco, no Alto da Glória. Antes disso, na véspera, o clube celebrará o jubileu de ouro do ídolo coxa-branca, Dirceu Krüger, o Flecha Loira. Dia 24 de fevereiro, ele completa 50 anos junto ao clube e será feita a inauguração da estátua em tamanho real que eternizará o ídolo alviverde no Couto Pereira.
A Pro Tork é patrocinadora oficial do Coritiba.

Você terminou a leitura

Compartilhar essa notícia

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on print

Categorias e tags

Escrever um comentário

Pesquisar

Digite abaixo o que deseja encontrar e clique em pesquisar.