Panasonic instala estrutura inédita

A Panasonic do Brasil instalou uma estrutura inédita na Arena da Baixada,estádio do Furacão, para garantir aos torcedores visibilidade completa do que acontece em campo. O estádio foi uma das sedes da Copa do Mundo 2014 e tem patrocínio da Panasonic desde o Mundial.
O Digital Media Center é uma central de conteúdo integrado com os Telões (Large LED), que permite controlar o que é exibido em todas as TVs do estádio. A estrutura garante que os visitantes acompanhem as imagens dos jogos e shows pelos telões e TVs, mesmo quando estiverem fora da arquibancada. O sistema é inédito em um estádio brasileiro.
“O Digital Media Center tem vários usos e pode ser adequado conforme as necessidades do cliente. Assim, ele incrementa o valor do conteúdo nos locais onde é instalado, deixando-os mais interativos com os visitantes”, diz Francisco Pereira, Gerente de System Solution da Panasonic do Brasil.
O sistema oferece bom custo-benefício, com alta qualidade de imagem e longa durabilidade. É a primeira vez que a Panasonic traz a estrutura para o Brasil, que foi desenvolvida especialmente para a Arena.
A estrutura é composta por uma plataforma de digital signage e por 220 TVs Vieras, que foram espalhadas pela arena. O estádio já tinha desde 2014 o equivalente a 77m² em telões distribuídos pelo espaço, instalados pela Panasonic.
A Arena da Baixada fica em Curitiba e é a sede do Clube Atlético Paranaense, um dos mais tradicionais times brasileiros. O estádio foi revitalizado em 2014, ano em que recebeu jogos da Copa do Mundo, e é o primeiro estádio da América Latina com teto retrátil.A equipe possui também o mais moderno CT(Centro de Treinamento) da América do Sul.

furacao

Você terminou a leitura, navegue pelas nossas notícias a seguir

Categorias e tags

Compartilhar essa notícia

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print
Share on email
Share on whatsapp

Siga-nos

Escrever um comentário

Pesquisar

Digite abaixo o que deseja encontrar e clique em pesquisar.