Padre do Norte Pioneiro nomeado bispo pelo Papa

O papa Francisco nomeou o padre Paulo Alves Romão(foto) nesta quarta-feira, dia sete,Bispo Auxiliar do Rio de Janeiro.
Ele nasceu no dia seis de abril de 1964 em Barra do Jacaré, filho de pequenos agricultores,oriundo de uma família simples e religiosa, cresceu no bairro das Três Águas, zona rural de Bandeirantes.Desde muito jovem ajudou seu pai e seus irmãos na plantação de uva, mas devido aos problemas financeiros , decidiu mudar-se para a cidade do Rio de Janeiro no final de 1985 a fim de trabalhar.
Foi para o Rio de Janeiro só com o ensino fundamental e na Cidade Maravilhosa,conseguiu emprego de garçom num hotel muito conhecido de Copacabana e lá ficou por alguns anos, exercendo também outros cargos.
Logo no início começou a frequentar as missas e o grupo de jovens na Paróquia Nossa Senhora de Copacabana, onde conheceu um sacerdote, que hoje é bispo, que mudaria o rumo de sua vida, o Padre Filipo Santoro.Nasceu uma amizade que o ajudaria a vivenciar positivamente as realidades de uma cidade grande e também a discernir sua vocação.
Depois de uma caminhada de discernimento, amadureceu a vontade de ser padre, mas surgiram algumas dificuldades: depois de anos voltar a estudar, a questão do trabalho, o namoro. Motivado pelo pároco na época, entrou no seminário, passando os anos de formação, foi ordenado padre no dia 28 de junho de 1997 na Catedral do Rio de Janeiro. Atuou em algumas paróquias , fez mestrado e doutorado na PUC(Pontifícia Universidade Católica) do Rio, onde hoje é professor, muito estimado pelo seus alunos, além de acompanhar a Pastoral da Educação e o movimento católico Comunhão e Libertação.
Sempre que tem disponibilidade, Padre Paulo visita seus pais e familiares em Bandeirantes , Andirá e Barra do Jacaré.
“Tive a alegria de conviver e trabalhar com Padre Paulo por quase cinco anos na Paróquia Nossa Senhora de Copacabana , no Rio de Janeiro, sou testemunha de sua capacidade , de seu amor a Igreja, do seu sincero desejo de servir a Cristo”, afirma padre Rosenei Marcelino, que trabalha hoje em Jacarezinho.

Você terminou a leitura

Compartilhar essa notícia

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on print

Escrever um comentário

Pesquisar

Digite abaixo o que deseja encontrar e clique em pesquisar.