MP recomenda não gastar dinheiro do contribuinte com periódico (Parte 2)

Mandatário cambaraense é candidato à reeleição e a prosseguir o desatino

O prefeito de Cambará Haggi Neto (MDB) tem “investido” dinheiro do contribuinte de Cambará em “atos oficiais” num periódico da região. A Associação dos Municípios do Paraná(AMP), que reúne as 399 prefeituras do Paraná, tem à disposição aos seus integrantes, de graça, espaço para publicação de editais, mas o chefe do executivo parece não se importar.

Em todo o país, a maioria dos municípios tem o próprio diário eletrônico para a publicação. Apenas em poucos casos são necessárias as publicações em mídia impressa. A série de reportagens sobre o tema chega na segunda parte.

A primeira foi estahttps://npdiario.com/capa/prefeito-de-cambara-torra-dinheiro-publico-com-jornal-de-papel-parte-1/

Além do Acórdão 302,que é reforçado pelo 3830/2013, existe a Recomendação Administrativa 23/2016 do Ministério Público transcrita abaixo.

Hoje, as prefeituras (a maioria) só publicam em jornal impresso aquilo que a lei obriga, nada mais. E usam o diário eletrônico para todas as publicações respeitando o princípio da transparência e da eficiência gerando economia aos cofres públicos, isso é respeito ao dinheiro da população.

O princípio da economicidade começa pela vontade política, pela retidão de caráter e pela honestidade dos entes públicos.

Os promotores de Justiça doutora Kele Cristiani e doutor Joel Beffa assinaram o seguinte Documento:

 

Você terminou a leitura

Compartilhar essa notícia

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on print

Categorias e tags

Escrever um comentário

Pesquisar

Digite abaixo o que deseja encontrar e clique em pesquisar.