Desafio na disputa do “Sertões 2021”

Piloto não vê a hora de acelerar em busca de mais um título no maior rally das Américas; disputa inicia amanhã no Rio Grande do Norte

Rafa Espíndola (fotos) está pronto para encarar a 29ª edição do Sertões, o maior rally das américas, que inicia nesta sexta-feira, dia 13 de agosto, com largada inédita na Praia da Pipa (RN). O catarinense de 38 anos terá um grande desafio na disputa pelo título da categoria Moto 2.

Em dez dias de prova, ele irá percorrer 3.548 quilômetros, sendo 2.180 de especiais (trechos cronometrados). Pela primeira vez o evento ficará concentrado na região Nordeste, passando pelos estados do Rio Grande do Norte, Paraíba, Ceará, Piauí, Bahia, Alagoas e Pernambuco.

Apesar da experiência dos dois anos anteriores na classe Brasil, sendo campeão em 2019 e vice em 2020, o piloto terá um novo cenário e muitos obstáculos a superar. Primeiro, a adaptação pela troca da moto nacional de 230cc por uma super importada de 450cc. Depois, a preparação prejudicada pela Covid-19.

“Há um mês acabei contaminado e meu treinamento foi um pouco afetado, tive alguns problemas respiratórios. Retomei nas últimas duas semanas, me sinto bem, mas não estou como eu gostaria. Desta vez irei acelerar com uma KTM 450 EXC-F, uma máquina ainda mais veloz e que exige cabeça. Vou disposto a dar o meu meu melhor”, explica.

Rafa defende a Pro Tork, marca que é patrocinadora oficial do Sertões, e tem o suporte da experiente equipe Mult Racing. Vale lembrar que a maior fabricante de motopeças da América Latina conta com uma linha de produtos licenciados do evento – com capacetes, mini capacetes, copo e cooler térmicos, que podem ser encontrados nas melhores lojas do país.

Confira o roteiro do Sertões 2021*:
 13/08/2021 – sexta-feira – Prólogo – 11 km
Praia da Pipa – Tibau do Sul (RN)

O Prólogo, disputa que define a ordem de largada do primeiro dia, vai simular uma situação real de prova. Em um percurso de 11 km, os pilotos conseguirão acelerar e os mais rápidos vão largar na frente.

14/08/2021 – sábado
1ª etapa – Praia da Pipa – Tibau do Sul (RN) a Patos (PB)
Deslocamento inicial: 82 km
Trecho especial: 235 km
Deslocamento final: 93 km
Total: 410 km

O Sertões 2021 terá início com o competidor se aclimatando à prova para chegar ao ápice lá no meio. A especial começa mostrando a cara do rally em 2021. No primeiro dia, não haverá areia, mas uma região montanhosa, muito bonita e inédita. O dia contará com média e alta velocidades, uma parte mais travada, exigindo navegação. Depois, o ritmo mais rápido ditará a disputa e no último terço, um pouco de trial e quebradeira.

15/08/2021 – domingo
2ª etapa – Patos (PB) a Araripina (PE)
Deslocamento inicial: 27 km
Trecho especial: 245 km
Deslocamento final: 237 km
Total: 509 km

A segunda etapa será uma especial muito boa e dura, com predomínio de piçarra e estradas de fazenda. Não deve ter lama. Será uma etapa de ligação, que levará para o sertão mais a oeste, com pequenas estradas estreitas.

16/08/2021 – segunda-feira
3ª etapa – Araripina (PE) a São Raimundo Nonato (PI)
Deslocamento inicial: 146 km
Trecho especial: 220 km
Deslocamento final: 38 km
Total: 404 km

O terceiro dia promete uma etapa prazerosa, com muitos trechos rápidos. Começa em pequenas estradas e depois segue para estradas mais largas, com um pouco de retas e boas condições de pilotagem. O deslocamento inicial será muito bonito, com passagem por parques eólicos, subidas e descidas de serra até chegar no início da especial, em um vilarejo. O trecho cronometrado será travado, com travessia de ponte de 800 metros de comprimento e passagem por fazenda. Na sequência, entra em uma parte mais rápida, volta para uma região montanhosa, até chegar à parte final, que é bem rápida.

17/08/2021 – terça-feira
4ª etapa – São Raimundo Nonato (PI) a São Raimundo Nonato (PI)
Deslocamento inicial: 0 km
Trecho especial: 306 km
Deslocamento final: 5 km
Total: 311 km

A quarta etapa será em laço, com largada e chegada em São Raimundo Nonato (PI). A prova será prazerosa, em um lugar com visual magnífico. A especial é 100% inédita, em torno da Serra da Capivara, em trilhas que nunca foram usadas, com muita pedra e rocha. O começo será em trial, com os primeiros 20 quilômetros duríssimos. Depois, o trecho fica travado e volta a ser rápido. A última parte é uma serra e, por fim, a prova fica mais rápida.

18/08/2021 – quarta-feira
5ª etapa – São Raimundo Nonato (PI) a Xique Xique (BA) – Maratona
Deslocamento inicial: 11 km
Trecho especial: 329 km
Deslocamento final: 93 km
Total: 433 km

A primeira parte da maratona, embora em uma região já conhecida, será a melhor e ao mesmo tempo mais dura especial do ano do rally. A organização preparou o inédito trecho de 220 quilômetros ininterruptos de areia, além de passagem por todos os brejos (vilas) da região. Haverá travessia de balsa e os pilotos seguirão agrupados. O Sertões passou na região em 2012. Os apoios seguem direto para Petrolina (PE).

19/08/2021 – quinta-feira
6ª etapa – Xique Xique (BA) a Petrolina (PE) – Maratona
Deslocamento inicial: 0 km
Trecho especial: 310 km
Deslocamento final: 146 km
Total: 456 km

Para a segunda parte da maratona, o rally terá uma especial dura, com muita navegação e piçarra. Haverá pouca areia nesse dia, mas a técnica, concentração e equipamento serão essenciais. Todo o cuidado e atenção é pouco em mais uma especial inédita.

20/08/2021 – sexta-feira
7ª etapa – Petrolina (PE) a Delmiro Gouveia (AL)
Deslocamento inicial: 133 km
Trecho especial: 242 km
Deslocamento final: 60 km
Total: 435 km

A sétima etapa terá uma especial mais completa, em local inédito para os participantes. Eles vão andar às margens do Rio São Francisco e o dia será dividido em três partes. A primeira, com trecho bem técnico em um terreno duro e apertado em estradas pequenas e passagem por rios que vão estar secos. A segunda parte vai andar em um local mais rápido e estrada de piçarra. Já a terceira parte entra em um trecho de areia que fica mais duro. Será areia pesada até o final.

21/08/2021 – sábado
8ª etapa – Delmiro Gouveia (AL) a Arapiraca (AL)
Deslocamento inicial: 7 km
Trecho especial: 152 km
Deslocamento final: 80 km
Total: 235 km

A prova segue acompanhando o Rio São Francisco, com mais uma especial inédita, técnica e dura. Começa com trechos sinuosos, algumas passagens por vilas e zonas de radar. Os competidores vão andar em trechos do estado de Alagoas. O piso muda radicalmente de piçarra para areia, para alguns trechos de trial, com pedras grandes, e termina em estradinhas de fazenda mais rápidas.
 
22/08/2021 – domingo
9ª etapa – Arapiraca (AL) a Tamandaré (PE)
Deslocamento inicial: 190 km
Trecho especial: 141 km
Deslocamento final: 20 km
Total: 351 km

O último dia do Sertões 2021 foi pensado para todos no rally. Não só para os competidores, mas para toda a equipe que terá tempo de chegar à base final para comemorar o fim da disputa. Apesar de curto, o trecho exigirá navegação e muita atenção. Não terá areia, mas a especial apresenta piçarras, pedras e subidas e descidas de serras, além de um trecho de canavial. O visual promete ser bonito.
 
TOTAL DO PERCURSO: 3.548 km
TOTAL DE ESPECIAIS: 2.180 km

*Sujeito a alterações.

O piloto Pro Tork tem o apoio da NOS Energy Drink, Sportbay e KTM Sportbay.

 

Você terminou a leitura

Compartilhar essa notícia

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on print

Categorias e tags

Escrever um comentário

Pesquisar

Digite abaixo o que deseja encontrar e clique em pesquisar.