Anibelli critica possível fim das coligações(vídeo)

Parlamentar acredita que seria um “retrocesso” na política brasileira

O deputado Anibelli Neto (foto), do MDB, criticou nesta segunda-feira, dia 16, na sessão da Assembleia Legislativa, a possível volta das coligações nas eleições proporcionais já no ano que vem.

A volta das coligações é um dos temas da minirreforma eleitoral que entra em segunda votação nesta terça-feira, na Câmara dos Deputados.

Para ele, que presidiu a comissão especial da Assembleia Legislativa do Paraná, em 2015, que propôs sugestões para a reforma eleitoral, afirma que volta das coligações é um “retrocesso”.

O parlamentar fez um apelo aos integrantes da bancada paranaense na Câmara Federal para que votem contra esta proposta. Destacou que o fim das coligações nas eleições proporcionais é uma forma de fortalecer os partidos políticos, como aconteceu nas últimas eleições municipais.

O deputado, no entanto, aplaudiu a decisão da Câmara, na votação de primeiro turno da reforma eleitoral de “enterrar” o distritão, que elege os mais votados, mas que decreta o fim dos partidos.

O presidente do MDB destacou ainda que felizmente não evoluiu a proposta de acabar com o segundo turno que, para ele, é um grande avanço da legislação.

Embora não concorde com o espaço de tempo muito grande entre as eleições e a posse, o deputado elogiou a decisão de se alterar a data da posse dos eleitos a cargos executivos de 1º de janeiro para os dias 5 ou 6 de janeiro.

 

Você terminou a leitura

Compartilhar essa notícia

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on print

Escrever um comentário

Pesquisar

Digite abaixo o que deseja encontrar e clique em pesquisar.