Projeto incentiva crianças no combate ao Aedes

Com o objetivo de despertar as crianças para a urgente necessidade de combater o mosquito Aedes Aegypti, 25 cidades paranaenses e paulistas da Bacia do Paranapanema recebem, a partir de segunda-feira, dia sete, o projeto “Um Reino sem Dengue”. Patrocinado pela Duke Energy e viabilizado pela Lei Rouanet de incentivo fiscal, o projeto é da Villa 7 Produções Culturais e consiste na encenação do livreto, com o mesmo nome, escrito pela autora Alda de Miranda.

De acordo com André Guimarães, da área de Relações Institucionais da Duke Energy, a proposta do projeto inédito é utilizar a contação de histórias para conscientizar as crianças, multiplicadoras de informações, sobre a importância de combater o Aedes Aegypti que, além da dengue, transmite outras graves doenças como o zika vírus e chikungunya.
“Nosso país vive um momento preocupante em relação à epidemia de dengue e todos precisam agir intensamente contra o Aedes. Com este projeto, a ideia é despertar as crianças sobre a necessidade de eliminar os criadouros e evitar a proliferação do mosquito transmissor de doenças que podem até matar”, enfatiza Guimarães.
Em parceria com as secretarias municipais de Educação e Cultura, o projeto percorrerá 25 município, com duas apresentações em cada um deles, contemplando mais de 10 mil alunos do ensino público dos períodos da manhã e da tarde.
A estreia da programação ocorre na cidade de Leópolis, no dia 7 de março. Ao todo, 205 estudantes devem participar das apresentações. “Este projeto vem em um momento muito importante, pois nosso município está com alto índice de infestação da dengue. Estamos orientando nossos alunos e a comunidade a combaterem o mosquito e esta atividade lúdica vem para reforçar as orientações, alcançando as crianças que também se preocupam com a dengue e ainda cobram atitudes dos pais, familiares e vizinhança”, destaca Elis Rosana Vicente Barbosa, diretora da Escola Municipal Argenede Motta Prodóssimo, que sediará o evento com sessões às 9h e 14h.
Na primeira semana o projeto ainda visitará Jataizinho (8), Rancho Alegre (9) e Sertaneja (10). Já na próxima, estará em Diamante do Norte, Terra Rica, Paranavaí e Santo Antônio do Caiuá. As apresentações seguem itinerando pelo Paraná e São Paulo até o dia 12 de abril.
O livreto “Um Reino sem Dengue”, escrito por Alda de Miranda, aborda o surto da doença transmitida pelo mosquito Aedes Aegypti em nosso país. Com ilustrações alegres e coloridas, foca em ensinamentos de como prevenir a doença.
Com o mesmo intuito, o espetáculo de contação de histórias traz uma trilha sonora envolvente, texto leve e divertido e um cenário que aflora a imaginação infantil.
Na história, um reino é invadido por um misterioso inimigo. O rei fica doente, mas no reino não existem doenças. Então, para resolver o mistério, é chamado o melhor detetive das redondezas. Enfim, descobre-se que o invasor não é um monstro, mas um mosquitinho.
A partir daí, o príncipe, as princesas e os súditos do reino se engajam numa desafiadora aventura, e travam o importante combate contra o inimigo.A Duke Energy Brasil opera e administra oito usinas hidrelétricas instaladas ao longo do rio Paranapanema e duas pequenas centrais hidrelétricas no rio Sapucaí-Mirim, com um total de 2.274 megawatts (MW) de capacidade instalada. Em 2014, a companhia gerou 11,2 milhões de MWh, energia suficiente para abastecer 5,6 milhões de famílias ou 22 milhões de habitantes. Com cerca de 300 empregados no país, a Duke Energy Brasil representa o maior investimento internacional da norte-americana Duke Energy Corp.,a maior companhia de serviços públicos dos Estados Unidos.
A Villa 7 Cultura é uma produtora Cultural especializada em gestão de cultura e no desenvolvimento de projetos culturais utilizando as leis de incentivo fiscal.

Você terminou a leitura

Compartilhar essa notícia

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on print

Escrever um comentário

Pesquisar

Digite abaixo o que deseja encontrar e clique em pesquisar.