Colégio Agrícola amplia o acesso

Muitos estudantes são de cidades vizinhas e não têm como retornar depois das aulas

A direção do Centro Estadual de Educação Profissional Agrícola Fernando Costa (foto), de Santa Mariana, pretende passar de 150 para 300 estudantes matriculados nos cursos técnicos de agropecuária e agronegócio. Para isso, busca garantir R$ 3 milhões em investimentos em infraestrutura, para atender a demanda do Norte Pioneiro.

O deputado Luiz Cláudio Romanelli (PSB) visitou o colégio nesta quinta-feira, 20, para identificar as principais demandas e solicitar os recursos ao Estado.

O parlamentar esteva acompanhado do vereador procopense Emerson Cardoso Bochecha (foto), que a pedido da direção do Colégio, convidou o deputado para formalizar  o pedido de melhorias nas instalações.

“Há 68 anos, o colégio agrícola forma profissionais para o mercado de trabalho do setor que é o principal motor da economia do Brasil. Muitos alunos são de cidades distantes, que moram no colégio para poder estudar. Um esforço que merece nosso reconhecimento”, disse o deputado.

Muitos estudantes são das cidades da região e não têm como retornar para a casa depois das aulas. O colégio agrícola funciona em regime integral e a maioria dos alunos usa alojamentos para dormir e tem as refeições na própria escola.

Para atender mais a região, há necessidade de reformar os atuais alojamentos e ampliar as vagas disponíveis. Além disso, a estrada de acesso ao colégio está completamente esburacada e precisa ser recuperada. O custo estimado das obras é de R$ 3 milhões.

Você terminou a leitura

Compartilhar essa notícia

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on print

Escrever um comentário

Pesquisar

Digite abaixo o que deseja encontrar e clique em pesquisar.