Rubens vota a favor de crédito à empreendedor/produtor rural

Programa visa estimular os bancos a emprestarem seus próprios recursos

O deputado federal Rubens Bueno (Cidadania-PR) votou a favor, neste quinta-feira, da aprovação da medida provisória (MP 1057/21) que amplia o crédito para microempreendedores individuais (MEI), micro e pequenas empresas e produtores rurais com faturamento até R$ 4,8 milhões. Pelo Programa de Estímulo ao Crédito (PEC), os bancos fazem empréstimos sob seu risco em troca de créditos presumidos a serem usados para diminuir tributos. O texto seguirá agora para o Senado.

“Além de ajudar as empresas, essa medida poderá garantir a manutenção de milhares de empregos que estão em risco devido a dificuldade que os empresários estão tendo para saldar todos os seus compromissos. Muitos estão passando por uma série de dificuldades devido às consequências da pandemia”, disse o deputado.

O programa visa estimular os bancos a emprestarem, até 31 de dezembro de 2021, para micro e pequenos empresários. O faturamento será medido pelas informações repassadas à Receita Federal referentes ao ano-calendário de 2020. O Conselho Monetário Nacional (CMN) regulamentou o tema, determinando prazo mínimo de pagamento da dívida em 24 meses.

A MP especifica ainda que os empréstimos feitos pelos bancos deverão ser feitos com recursos captados pelos próprios bancos e não poderão receber recursos públicos. O potencial desse mecanismo de gerar créditos antecipadamente é da ordem de R$ 48 bilhões, na avaliação do governo.

Você terminou a leitura

Compartilhar essa notícia

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on print

Escrever um comentário

Pesquisar

Digite abaixo o que deseja encontrar e clique em pesquisar.