Romanelli destaca Dia do Café

Importância cada vez maior no Norte Pioneiro   

O Norte Pioneiro é a única região do Paraná a participar do projeto “Adote uma Microtorrefação”, que busca recursos para aquisição de cafés especiais por pequenas empresas do setor e garantir a comercialização da safra de 2020 que começa neste mês. O produto da região tem o selo de origem de IG (Indicação Geográfica), que consolida e promove os melhores cafés especiais do Brasil. A campanha do Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio à Pequena e Microempresa) acontece em todo o Brasil.

O deputado Luiz Cláudio Romanelli (PSB) destacou nesta terça-feira, 14, Dia do Café, a importância da cultura que cada vez mais ganha admiradores, incentiva a economia e gera milhares de empregos diretos e indiretos. “O café do Norte Pioneiro é considerado uma das melhores bebidas no Brasil e conquista mercado também em outros estados, como Santa Catarina, Rio Grande do Sul e São Paulo. O Paraná conquista espaço entre grandes produtores renomados, o que mostra que a bebida produzida no Norte Pioneiro tem qualidade e competitividade nacional”, aponta.

Cadeia produtiva A inserção do café do Norte Pioneiro na cadeia produtiva nacional, diz Romanelli, mostra a qualidade da produção regional e o compromisso dos produtores com o aperfeiçoamento do cultivo da planta. Cidades como Congonhinhas, Ribeirão do Pinhal, Ribeirão Claro, Salto do Itararé e Carlópolis, dentre outras da região, comumente estão entre finalistas do concurso Café Qualidade do Paraná e Brasil.

Romanelli reafirma que o Norte Pioneiro contribui para que o Brasil seja considerado hoje o maior produtor de cafés especiais do mundo. “O selo de origem de indicação geográfica atesta que o café do Norte Pioneiro é de alta qualidade e facilita com que o produto chegue até as pequenas torrefações e clientes que apreciam a bebida, em vários estados brasileiros”, explica o deputado.

O deputado destaca ainda o apoio do Sebrae/PR, que atua não apenas na divulgação do produto, como também na orientação e consultoria para que os produtores melhorem a qualidade a cada nova safra. Para isso, baristas e mestres de torra visitam fazendas e participam da escolha das variedades de cafés, assim como dos processos de colheita e pós-colheita, e dão feedback aos produtores sobre a reação dos consumidores para cada produto.

Para Odemir Capello, consultor do Sebrae, a divulgação dos cafés especiais do Norte Pioneiro deve resultar numa melhora da remuneração dos produtores e trará mais visibilidade para as IG no Brasil todo.

As vendas para cafeterias cresceram no último ano e, atualmente, o café especial do Norte Pioneiro do Paraná já pode ser degustado em várias partes do Brasil. Com previsão de boa safra e demanda crescente, produtores estão otimistas com as vendas.

Você terminou a leitura

Compartilhar essa notícia

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on print

Escrever um comentário

Pesquisar

Digite abaixo o que deseja encontrar e clique em pesquisar.