Produtora de Pinhalão é destaque por causa de morango

Ela possui dois certificados para produção sustentável

A Staw Agricultura, propriedade de Ingrid Souza, recebeu o Certificado de Conformidade Orgânica para produção de morango in natura, morango congelado e morango liofilizado pela Ecocert Brasil Certificado, no início de 2022.

A jovem conta sobre o que a motivou a buscar essa certificação foi a grande visibilidade e aceitação dos produtos orgânicos. “Sempre buscamos produzir da maneira mais natural possível, então foram três anos de adequações para conseguir a certificação. Outro atrativo também foi que o selo Orgânico é popularmente conhecido pelos consumidores”.

Em junho de 2019 a Staw Agricultura recebeu o Selo Brasil Certificado, primeiro morango do estado do Paraná a receber este selo do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) na Produção Integrada de Morango (PIMo).

Ingrid foi a primeira mulher produtora a ser certificada no Brasil e, de acordo com ela, a Staw irá manter os dois selos. “Na minha opinião um complementa o outro, acredita. Os dois selos têm várias exigências em comum, com grau alto de dificuldade para obtenção”.

A produtora destaca que as vantagens de ambos os selos é que eles garantem que o produto final tenha uma qualidade muito boa. “Todas as exigências tanto da produção integrada quanto da produção orgânica fazem com que nós produtores busquemos sempre melhorias e tecnologias que ajudem em todo o processo, desde a produção, processamento e armazenamento, agregando, assim, valor ao produto final”.

Ingrid enfatiza que “devido às exigências das certificações, nosso produto tem uma qualidade superior, chamando a atenção de clientes que buscam pela segurança e rastreabilidade do morango”.

Atualmente, a Staw oferece morango in natura, liofilizado e congelado. “O morango liofilizado ainda é pouco conhecido pelo público, mas estamos com um planejamento de marketing para ajudar na divulgação dos benefícios nutricionais proporcionados por ele. Acredito que a partir do momento em que as pessoas souberem que é um alimento saudável, o consumo irá aumentar muito”.

Para a produtora, o selo Brasil Certificado precisa ser mais divulgado, mostrando que é compatível com o selo da Produção Orgânica e que, com sua adoção, o produto melhora muito em qualidade e segurança. “Com mais produtores certificados, a oferta aumentaria, o que populariza o selo, ajudando a aumentar o valor agregado dos produtos certificados”, menciona.

Ingrid agradece aos consumidores e clientes pela confiança e o apoio dos colaboradores e de instituições como Embrapa, Universidade Federal do Paraná, Secretaria de Agricultura de Pinhalão, representada pelo secretário Diego Fraiz e da Prefeitura de Pinhalão, representada pelo prefeito Dionísio Arrais de Alencar, ao consultor agronômico Ronaldo Herculano e também à consultoria de certificação orgânica Basa.

“Nosso objetivo é sempre buscar evolução e melhoria em nosso sistema produtivo, respeitando os pilares sociais, humanos e ambientais. Nós buscamos a excelência em produzir morangos saborosos e seguros”, enfatiza ela. “Afinal, eu vendo o que eu gostaria de consumir e oferecer para minha família”, conclui(Texto: Cristina Tordi/Embrapa Meio Ambiente).

 

Você terminou a leitura
Compartilhar essa notícia
Categorias e tags
Escrever um comentário

Últimas notícias

Motocicleta Honda é recuperada pela Rocam platinense
9 horas atrás

Em frente de um bar em Santo Antônio da Platina Durante patrulhamento, a ROCAM(Rondas Ostensivas

Missa de 7º dia de Marquinho Funileiro
10 horas atrás

Na igreja da Paróquia Santa Filomena Será celebrada neste domingo, dia 14, às 19h30m na

Sepultados corpos dos professores (vídeos)
11 horas atrás

Mortes de sete pessoas ligadas à educação do Norte Pioneiro é notícia de repercussão nacional

Pesquisar

Digite abaixo o que deseja encontrar e clique em pesquisar.