Norte Pioneiro recebe mais duas novas subestações da Copel

Para atender demanda no sistema elétrico

O sistema elétrico paranaense recebeu mais um reforço para garantir o atendimento à demanda com a implantação de mais duas subestações da Copel, em Salto do Itararé e Sapopema, no Norte Pioneiro. O deputado Luiz Cláudio Romanelli (PSD) destacou que, com essas novas unidades, a região avança com as ações que aumentam a confiabilidade do sistema e reduz as oscilações de energia elétrica na região.

“O Norte Pioneiro tem aumentado o potencial agrícola e turístico, além de fortalecer a economia paranaense com a indústria regional. Com essas duas subestações da Copel, a região se fortalece, como atrativo empresarial e industrial”, disse o parlamentar.

Romanelli lembrou de outros dois investimentos da Copel no Norte Pioneiro. A construção da subestação de Santa Amélia, que recebeu investimentos de R$5 milhões, e a usina de energia fotovoltaica de Bandeirantes. As duas entraram em funcionamento no ano passado.

A subestação de Santa Amélia atende 1.827 unidades consumidoras da cidade e das vizinhas Bandeirantes e Abatiá. Já a Usina de Bandeirantes produz energia limpa. “É um passo para o futuro, com a produção de energia limpa, que garante a estabilidade do sistema, sem comprometer o meio ambiente e a sustentabilidade”, reforça o deputado.

Subestações – As duas novas subestações entregues pela Copel, em Salto do Itararé e Sapopema, têm automação do processo de produção. A meta é melhorar e garantir aos pequenos municípios maior qualidade de serviços do setor energético, assim como ocorre nos grandes centros industriais do Estado.

Romanelli avalia que, com o aumento da potência elétrica, os municípios do Norte Pioneiro podem atrair novos empreendimentos, dotando os parques industriais com capacidade de produção suficiente para a instalação de novas empresas.

“Com os novos investimentos, o Governo do Paraná melhora a qualidade destes serviços e evita perdas ao sistema energético da região”, ressalta. Ainda segundo o deputado, para este ano, a Copel prevê mais de R$ 1,6 bilhão de investimentos na ampliação e modernização da rede elétrica do Paraná.

Em Bandeirantes, desde março de 2021, a usina solar fotovoltaica da Copel produz e gera energia por meio de 6.900 placas fotovoltaicas, instaladas em uma área de 10,35 hectares.

Em Santa Amélia, a subestação opera em 34,5 mil volts e segue modernos padrões construtivos, com iluminação em LED, operação remota e reversão automática, que permite alteração da fonte de alimentação sem a necessidade de intervenção humana. A unidade foi a segunda a ser colocada em operação pelo programa Confiabilidade Total.

Você terminou a leitura
Compartilhar essa notícia
Escrever um comentário

Últimas notícias

Festa Julina no Colégio Tiradentes
9 horas atrás

Confira as atrações imperdíveis nesta quinta-feira O "Arraiá" do Colégio Estadual Tiradentes será nesta quinta-feira,

PM de SAP recupera motocicleta roubada
9 horas atrás

Marginal já tinha três mandados de encarceramento Às 17h05m desta terça-feira, dia cinco, na rua

Caminhões de lixo não foram furtados; coleta normalizada (vídeos)
11 horas atrás

Houve desacordo comercial entre outras duas empresas, segundo a procuradora da terceirizada https://youtu.be/JQw8KSzi9mY Exclusivo: A Polícia

Pesquisar

Digite abaixo o que deseja encontrar e clique em pesquisar.