Líderes defendem agropecuária do Norte Pioneiro

Paraná está em fase importante com a certificação internacional como área livre de aftosa sem vacina

A líder ruralista paranaense, pecuarista Lígia Franco de Medeiros Buso, coordenadora do Comitê Regional de Modernização de Pecuária de Corte , programa de governo em parceria com várias entidades da iniciativa privada, e o supervisor regional e Engenheiro Agrônomo Mário Roberto Ferri, da Adapar (Agência de Defesa Agropecuária do Paraná), de Jacarezinho, visitaram o npdiario, em Santo Antônio da Platina,

Na ocasião, destacaram  que o segmento no Paraná vive uma fase importante com a certificação internacional como área livre de aftosa sem vacina.

Hoje,  das 10.873  propriedades com bovinos no cadastradas na URS(Unidade Regional de Sanidade Agropecuária de  Jacarezinho) da Adapar com 75,1 % apenas de comprovação, num rebanho de aproximadamente 800.000 cabeças nos 23 municípios pertencentes ao órgão no Norte Pioneiro, a meta é chegar em 100% de comprovação do rebanho.
A Campanha de Atualização do Rebanho  de 2021 , teve início em 1º de maio e se estendeu até 30 de junho,  pois é fundamental para manter o Controle do Rebanho, a vigilância e  o controle da movimentação.

Lembrando que desde o dia 01/07 as comprovações  refratárias só podem ser realizadas  nas ULSAs(Unidades Locais de Sanidade Agropecuária), localizadas nos municípios de Santo Antônio da Platina , Jacarezinho, Joaquim Távora, Siqueira Campos , Ibaiti e Wenceslau Braz.
Os pecuaristas devem fazer o fechamento geral e os lançamentos das comprovações em papel nos Sistemassendo que estão sujeitos à multa de R$ 1.144,80( 10 UPFs /PR).

 

De acordo com Mário Ferri, “além de nossas ULSAs possuímos sete Postos de Fiscalização do Trânsito Agropecuário -PFTAs, localizados na fronteira com o Estado de São Paulo  nos municípios de Jacarezinho (dois), Cambará, Ribeirão Claro, Carlópolis, Salto do Itararé e Santana do Itararé, que controlam e fiscalizam o tráfego de cargas agropecuárias na entrada e saída do Estado do Paraná”, disse.
Ele salientou que o ingresso de bovinos oriundos do Estado de São Paulo só é permitido para o abate no Paraná, nos frigoríficos localizados na região  noroeste do Estado, cujas cargas são lacradas pelo Serviço Veterinário Oficial-CDA , do Estado de São Paulo, “conto com o apoio na divulgação para os pecuaristas  procurarem nossas ULSAs para fazerem suas comprovações de rebanho”, assinalou.
URS MUNICIPIO                       COMPROVADA PENDENTE
JACAREZINHO BARRA DO JACARÉ 100,0% 0,0%
JACAREZINHO PINHALÃO 99,5% 0,5%
JACAREZINHO JABOTI 98,3% 1,7%
JACAREZINHO QUATIGUÁ 93,6% 6,4%
JACAREZINHO GUAPIRAMA 91,0% 9,0%
JACAREZINHO FIGUEIRA 87,1% 12,9%
JACAREZINHO CURIÚVA 82,6% 17,4%
JACAREZINHO CONSELHEIRO MAIRINCK 77,2% 22,8%
JACAREZINHO STO ANTO PLATINA 76,8% 23,2%
JACAREZINHO RIBEIRÃO CLARO 76,8% 23,2%
JACAREZINHO SÃO JOSÉ DA BOA VISTA 76,7% 23,3%
JACAREZINHO TOMAZINA 75,4% 24,6%
JACAREZINHO JAPIRA 74,3% 25,7%
JACAREZINHO SALTO DO ITARARÉ 74,2% 25,8%
JACAREZINHO JOAQUIM TAVORA 73,1% 26,9%
JACAREZINHO IBAITI 72,9% 27,1%
JACAREZINHO CARLÓPOLIS 71,6% 28,4%
JACAREZINHO SANTANA DO ITARARÉ 70,4% 29,6%
JACAREZINHO JUNDIAÍ DO SUL 67,8% 32,2%
JACAREZINHO JACAREZINHO 66,7% 33,3%
JACAREZINHO WENCESLAU BRAZ 66,6% 33,4%
JACAREZINHO CAMBARÁ 64,0% 36,0%
JACAREZINHO SIQUEIRA CAMPOS 58,5% 41,5%
 

75,1%

 

24,9%

A diretoria da Sociedade Rural do Norte Pioneiro é composta pelo presidente Bruno Almeida, vice Franz Loman, 2º vice Luís Januário da Costa, e diretores secretários Ranata Manssuia Vaz e Celso Crespo Freitas; administrativos Cecília Levatti e Nelson Simionato; patrimônio Alfeu Garbelini, juridico Renato Egéa; leilões José Henrique Vieira; comercial Henrique Krzesinski; artística Veridiana Patrial Burani e Alexandre Marques Guimarães Neto; relações pública Murilo de Mello Machado; social Valdir Domingues de Souza; pecuária Altair Alves Garcia Junior,

agricultura Valdir Bertolini; pecuária de corte Pérola Pompéia Coutinho, pecuária de leite, Marcelo Alves da Silva; agroindústria Valmir dos Santos Furtado; relações corporativas Sílvio Aparecido Alves; equinos Daniel Hungaro Driessen; ovinocultura Angenis Constantino S. Machado; de rodeio José Martins Neto; atividades equestres Wagner Messias e mais o Conselho Fiscal.

IMAGENS: Roberta Rodrigues/Especial para o npdiario

 

Você terminou a leitura

Compartilhar essa notícia

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on print

Escrever um comentário

Pesquisar

Digite abaixo o que deseja encontrar e clique em pesquisar.