Licitação de terceiras faixas da PR-092 segue para fase de habilitação

Obra será fundamental para alavancar progresso na região

O Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER/PR) abriu nesta sexta-feira (19) os envelopes com os documentos de habilitação das empresas que disputam a execução das terceiras faixas da PR-092, entre Jaguariaíva e Santo Antônio da Platina, da região dos Campos Gerais ao Norte Pioneiro.

 

Nenhuma descrição disponível.

Dois consórcios e duas empresas foram classificados para essa etapa da licitação.

A obra vai ampliar a segurança da rodovia, além da capacidade de tráfego. As propostas de preço variam entre R$ 39,9 milhões e R$ 44,8 milhões.

Será declarada vencedora a empresa que apresentar a menor proposta e tiver a documentação habilitada, com esse resultado sendo publicado em diário oficial e no portal Compras Paraná nos próximos dias.

 

Nenhuma descrição disponível.

 

A publicação do resultado também dá início a um prazo de cinco dias úteis para apresentação de recursos, seguido de outros cinco dias úteis para contrarrazões, caso haja recurso.

OBRAS – Dezesseis segmentos considerados críticos da PR-092 vão receber as terceiras faixas em um total de 15,44 quilômetros. São locais com rampas ascendentes, onde são registrados mais acidentes devido a ultrapassagens, e afundamento de trilho de roda devido à aceleração e frenagem dos veículos.

 

Nenhuma descrição disponível.

Nestes locais, as obras incluem a reciclagem da base do pavimento com a incorporação de revestimento asfáltico com espuma asfáltica e cimento com adição de brita, seguida pela aplicação de geogrelha de poliéster e uma camada de Concreto Asfáltico Usinado a Quente (CAUQ) polimerizado.

Nenhuma descrição disponível.

 

Também será reforçada a sinalização, com soluções que incluem a adequação e implantação de placas, faixas, tachões, defensas metálicas, atenuadores de impacto, faixa em alto relevo e melhorias de delineamento de curvas.

E para melhorar a drenagem destes segmentos, serão substituídos os dispositivos existentes e implantadas novas sarjetas de corte para evitar o acúmulo de água na pista. A previsão para concluir a obra é de 360 dias corridos, após assinatura da ordem de serviço.

 

Nenhuma descrição disponível.

PROGRAMA  A obra integra o novo Programa de Revitalização da Segurança Viária do DER/PR, que realizará iniciativas semelhantes em outras duas rodovias: na PRC-280, de Palmas a Marmeleiro e em União da Vitória, um investimento de R$ 35 milhões; e na PR-323, entre Doutor Camargo e Iporã, um investimento de R$ 91,5 milhões.

 

Nenhuma descrição disponível.

Ao todo serão destinados R$ 177,6 milhões ao programa, que conta com recursos do financiamento de R$ 1,6 bilhão do Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal, a iniciativa Avança Paraná, e também com recursos do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), por meio do Programa Estratégico de Infraestrutura e Logística de Transportes do Paraná, para as obras na PRC-280.

 

Nenhuma descrição disponível.

 

VÍDEO  Devido ao momento atual de pandemia, o DER/PR recomenda que a abertura dos envelopes seja acompanhada preferencialmente pela internet, por meio do Youtube. O link fica disponível no portal Compras Paraná.

Você terminou a leitura

Compartilhar essa notícia

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on print

Escrever um comentário

Pesquisar

Digite abaixo o que deseja encontrar e clique em pesquisar.