Jacarezinhense tem projeto selecionado em prêmio nacional

Sebrae premia iniciativas de educação empreendedora no Paraná

O Sebrae Paraná promove a etapa estadual do Prêmio Sebrae de Educação Empreendedora na sexta-feira (6), a partir das 8h30. O reconhecimento é voltado para os projetos de instituições de ensino paranaenses que promovem a educação empreendedora e serão entregues as premiações aos vencedores da etapa e os classificados para a etapa nacional, realizada em 12 de maio.

Ao todo, foram inscritos 76 projetos no Paraná e  1.254  no Brasil. No Paraná, em 2021, a linha de Educação Empreendedora atendeu 214.220 alunos, 7.236 professores, em 1.159 escolas, de 155 municípios. A cerimônia de premiação estadual será realizada na Regional Curitiba do Sebrae, localizada na Rua Caeté, 150 – Prado Velho.

“O Prêmio tem o objetivo de reconhecer o trabalho de professores que tenham implementado práticas, cursos e projetos de Educação Empreendedora. O nosso desejo é motivar esses profissionais a participarem do prêmio, pois é uma oportunidade de dar voz às boas práticas que ocorrem na educação no estado, e que essas iniciativas não fiquem restritas nas escolas”, diz a consultora do Sebrae Paraná, Sonia Shimoyama.

Ao todo, serão premiados três projetos (bronze, prata e ouro) em cada uma das quatro categorias: ensino fundamental I, ensino fundamental II, médio, técnico e superior. Os vencedores da etapa estadual irão receber troféu e uma bolsa integral para o MBA EAD em Educação Empreendedora 5.0 da Escola Superior de Empreendedorismo. A premiação é realizada pela quarta vez no Paraná e inspirou a realização da etapa a nível nacional que promove, em 2022, a segunda edição.

Paraná na disputa nacional

Três projetos do Paraná foram selecionados para a etapa nacional, são eles: Antropoentomofagia (Jacarezinho) como alternativa proteica na alimentação humana; Feira do Empreendedor (Campo Largo); Lixo é Responsabilidade, Sustentabilidade e Renda (Paranaguá).

Na Região Metropolitana de Curitiba, em Campo Largo, 20 alunos do 5º ano do Ensino Fundamental I participaram do projeto “Lixo é Responsabilidade, Sustentabilidade e Renda” e reciclaram cerca de 500 quilos de resíduos em seis meses de projeto. Realizado na Escola Municipal do Campo Nicolau Morais de Castro, em 2021, o projeto conquistou o prêmio na categoria Ensino Fundamental I.

“O prêmio é um reconhecimento e um incentivo para nós e para os estudantes. Ele mostra que somos capazes de mudar nossa realidade com pequenas atitudes. Cada um de nós fez a sua parte e juntos conseguimos fazer uma grande reciclagem. Ele nos faz acreditar mais ainda em nossos sonhos, e mostra que o importante é a determinação, esperança, companheirismo e amor pelo que se faz”, diz a professora Regiane Freitas Pereira de Meira.

O valor arrecadado com a reciclagem foi utilizado para a compra e preparação de produtos alimentícios, comercializados na “Feirinha do Empreendedor” da escola. Além disso, o montante também foi utilizado para comprar mudas de verduras, plantadas pelos próprios alunos na horta da escola. Regina disse que esse ciclo ainda teve um passeio com os alunos em um espaço de lazer no interior da cidade, com almoço e lanche da tarde.

Empreendedorismo no litoral 

Realizado há 10 anos no campus de Paranaguá da Universidade Estadual do Paraná (Unespar), o projeto “Feira do Empreendedor” foi o vencedor estadual na categoria Ensino Superior. O professor Marcos Correa conta que o projeto teve início em uma disciplina de empreendedorismo. Com cerca de 45 alunos envolvidos, eles são incentivados a elaborar um plano de negócio para apresentar durante a Feira do Empreendedor, com o objetivo de aproximar a comunidade empresarial local.

“É uma enorme satisfação ter esse reconhecimento por conta das práticas educacionais e empreendedoras que estamos desenvolvendo. Isso desafia ainda mais para que nós, professores, possamos dialogar e estabelecer pontes com a comunidade”, celebra o professor Marcos Correa. Além disso, anualmente, é produzido o livro “Empreendedores do Litoral Paranaense: Histórias de Sucesso”, como forma de incentivo para que os estudantes conheçam a história de empreendedores do litoral.

Em 2021, a feira foi ampliada para outros cursos da instituição de ensino e de outras regiões do Paraná. “Ter esse reconhecimento reforça o trabalho de qualidade que estamos desenvolvendo e que possui grande potencial de incentivo ao empreendedorismo”, finaliza.

Alimentos inovadores no norte do Paraná

Na cidade de Jacarezinho, a professora Fabíola Dorneles Inácio (foto) realizou o projeto “Antropoentomofagia como alternativa proteica na alimentação humana”. A idealizadora do projeto conta que Antropoentomofagia é o consumo de insetos ou de seus produtos e a ideia surgiu pela como um a busca por uma alimentação saudável e alternativa.

Realizado entre 2018 e 2019, o projeto contou com 20 alunos que produziram receitas como hambúrguer, brownies, barra de cereal, sorvete e cerveja artesanal. Todos os produtos passaram por uma análise microbiológica para verificar sua segurança.

“Fiquei bastante emocionada com essa oportunidade de relatar todo o nosso projeto, principalmente por ser algo ousado, sair da zona de conforto das pessoas e não fazer parte da cultura. Os alunos participaram de todo o processo, desde o início até os resultados e foram incentivadores para a realização. Ser coroada com esse prêmio veio para confirmar a utilidade e relevância pública e com grande potencial para empreender”, diz Fabíola.

Em 3º lugar outra norte-pioneirense, Maria Aldinete Reinaldi, do Colégio Estadual Castro Alves, de Cornélio Procópio.

 

Confira os professores vencedores da etapa Paraná:

Fundamental I
1º lugar: Regiane Freitas Pereira de Meira, da Escola Municipal do Campo Nicolau Morais de Castro – Campo Largo;
2º lugar: Vivian Soares Novais, da Escola Dei Bambini – Cascavel;
3º lugar: Melania Germano, da Escola Municipal Santa Regina – Pitanga.

Fundamental II 
1º lugar: Dimas Correia, do Colégio Estadual Adélia Bianco Seguro – Mato Rico;
2º lugar: Carlise Debastiani, do Colégio Terra do Saber – Palotina;
3º lugar: Claudia Tatiane Araujo Cruz-Silva, da Escola Dei Bambini – Cascavel.

Ensino Médio
1º lugar: Heide Umlauf, do Sesc – Curitiba;
2º lugar: Raphael Fernandes Correa, da Escola SEB Dom Bosco – Curitiba;
3º lugar: Guilherme Josetti, do Colégio Militar de Curitiba – Curitiba.

Ensino Técnico
1º lugar: Fabíola Dorneles Inácio , do Instituto Federal do Paraná – Jacarezinho;
2º lugar: Rafaela Sanches, do Centro Estadual de Educação Profissional Maria Lydia Cescatto Bomtempo – Assaí;
3º lugar: Maria Aldinete Reinaldi, do Colégio Estadual Castro Alves – Cornélio Procópio.

Ensino Superior
1º lugar: Marcos Vinícius Pereira Correa, da Universidade Estadual do Paraná – Curitiba;
2º lugar: Cleonir Tumelero, da Universidade Positivo – Curitiba;
3º lugar: Sérgio Itamar Alves Junior, da UniCuritiba – Curitiba.

Você terminou a leitura
Compartilhar essa notícia
Escrever um comentário

Últimas notícias

Operação salva vítima com Alzheimer em Cambará(veja vídeo)
8 horas atrás

União e estrutura possibilitaram resgate de idosa de 71 anos https://youtu.be/OwhiFCSxp-Q   A PM foi

Platinenses dividiram 245 mil na mega-sena
9 horas atrás

Apostadores ganharam na quina e na quadra O concurso da Mega-Sena sorteado na noite de

Pro Tork vence 3 categorias no RS
10 horas atrás

Zion Berchtold, na categoria 65cc, Gabriel Mielke na MX2JR e Bernardo Tiburcio na MXJR  O

Pesquisar

Digite abaixo o que deseja encontrar e clique em pesquisar.