Homenagem aos 44 anos do IAPAR

A Assembleia Legislativa do Paraná (ALEP) realizou, nesta manhã, solenidade em comemoração aos 44 anos do Instituto Agronômico do Paraná (IAPAR).
Proposta pelo presidente da Comissão da Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural da ALEP, deputado estadual Pedro Lupion o evento discutiu os desafios da pesquisa pública agropecuária para o futuro.

O encontro contou com a presença de Xico Graziano, ex deputado federal e ex secretário de agricultura e abastecimento do estado de São Paulo, além de representantes dos mais diversos órgãos ligados ao setor, como SEAB, EMBRAPA, OCEPAR e FAEP.

É um instituto tipicamente paranaense em que técnicos, pesquisadores e funcionários, extremamente qualificados, realizam uma atividade de ponta no desenvolvimento rural”

De acordo com Lupion a homenagem, mais que merecida, foi em reconhecimento ao excepcional trabalho realizado pelo instituto. ” O IAPAR é um instituto tipicamente paranaense em que técnicos, pesquisadores e funcionários, extremamente qualificados, realizam uma atividade de ponta no desenvolvimento rural”, destaca o parlamentar. Vinculado à Secretaria da Agricultura e do Abastecimento (SEAB), o IAPAR é o órgão de pesquisa que da embasamento tecnológico as políticas públicas de desenvolvimento rural do Estado do Paraná. Semelhante à EMBRAPA, cuja área de atuação é o estado do Paraná. Conta com dois pólos regionais (Pinhais e Ponta Grossa), 17 fazendas experimentais, 22 estações meteorológicas e 25 laboratórios de pesquisa no estado, além da sede central (Londrina).

Três propostas compunham a pauta da 9ª reunião ordinária da Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural da Assembleia Legislativa realizada nesta quarta-feira (7). Duas foram aprovadas: o projeto de lei nº 511/2016, de autoria do Poder Executivo, alterando dispositivo da Lei nº 15.605/2007, para incluir as cooperativas de crédito nas operações de concessão de subvenção econômica com recursos do Fundo de Desenvolvimento Econômico, sob a modalidade de “equivalência em produto”.
A mudança pleiteada vai permitir que as operações de crédito destinadas a aquisição de máquinas, implementos e equipamentos do Programa Trator Solidário/PR com o benefício da equivalência em produtos possam ser realizadas não somente através de instituições oficiais, mas também com cooperativas como a Central SICOOB, a Central SICREDI e a Central CRESOL BASER, com agências em todos os municípios paranaenses e com grande capilaridade entre os mini e pequenos produtores.
O deputado Pedro Lupion também participou da reunião.

Você terminou a leitura

Compartilhar essa notícia

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on print

Categorias e tags

Escrever um comentário

Pesquisar

Digite abaixo o que deseja encontrar e clique em pesquisar.