Governo e deputados debatem orçamento e controle da pandemia

No mês passado, o governador Ratinho Junior já tinha se reunido virtualmente com a bancada federal para discutir a execução das emendas parlamentares do Orçamento da União

O governador Carlos Massa Ratinho Junior e o chefe da Casa Civil, Guto Silva, discutiram nesta terça-feira, dia 24, com os deputados estaduais, no Palácio Iguaçu, o Orçamento de 2021, a continuidade das políticas de enfrentamento da Covid-19 e projetos prioritários para a modernização do Estado. O encontro com a bancada aliada também serviu para perfilar as necessidades do Paraná diante das dificuldades impostas pela pandemia nas contas públicas.

“Passamos as eleições municipais, que envolvem atuação intensa dos deputados, e voltamos para a pauta estadual. Esse encontro serviu para o Governo do Estado fazer um balanço das ações de 2020, prestar contas, e também para planejar o Orçamento de 2021, as nossas prioridades diante das dificuldades que vamos enfrentar”, disse Ratinho Junior.

O governador apresentou um balanço parcial do Banco de Projetos, que ajudou a acelerar as licitações rodoviárias a partir dos recursos captados no financiamento de R$ 1,6 bilhão, como as terceiras faixas na PR-323 e na PR-280. Ele também saudou a parceria institucional com a Assembleia Legislativa para aprovar as mensagens destinadas ao combate à pandemia e o repasse financeiro para a estruturação de leitos nas quatro macrorregionais de Saúde.

“É um momento excepcional da história do Paraná e essa relação institucional com os deputados se tornou muito mais intensa porque precisamos agir com rapidez. Apesar da crise, não deixamos de honrar nossos compromissos, de garantir recursos para investimentos e de modernizar a gestão, projetando a prospecção de mais empregos”, afirmou Ratinho Junior. “Estamos assistindo um momento de retomada, com evolução nas contratações e nos números industriais e do comércio. Apesar de tudo, estamos bem otimistas com o Paraná”.

O governador disse que 2021 será um ano importante para o Estado por conta das audiências públicas e dos novos contratos de concessão do Anel de Integração; da concessão de quatro aeroportos para a iniciativa privada (Londrina, Foz do Iguaçu, Curitiba e São José dos Pinhais); e do início de obras estaduais com potencial de transformar o Estado, como a revitalização da Orla de Matinhos e a modernização dos acessos e das estruturas do Porto de Paranaguá.

Ele também citou a fase aguda de obras dos acordos de leniência (Trevo Cataratas e duplicações na BR-277); a consolidação do aporte de R$ 1,4 bilhão da Itaipu Binacional para a continuidade da Ponte da Integração e da nova perimetral de Foz do Iguaçu, duplicação da Avenida das Cataratas, conclusão da Estrada Boiadeira (Porto Camargo a Umuarama), novo contorno de Guaíra e projetos de saneamento ambiental; e investimentos robustos da Copel e da Sanepar em projetos novos ou em andamento, como o Paraná Trifásico e os reservatórios de água.

PARCERIA  Segundo Guto Silva, também foram discutidas emendas parlamentares e projetos que têm como pano de fundo, direta ou indiretamente, a pandemia. Ele apresentou um balanço das ações desenvolvidas ao longo do ano e disse que essa relação institucional foi fundamental para agilizar recursos, profissionais e equipamentos de saúde aos municípios.

“É hora de pensar nos mínimos detalhes os cenários de 2021 e tudo aquilo que fizemos em 2020. O encontro com os deputados estaduais serviu para prestar contas e renovar o pedido de apoio aos projetos que ainda queremos encaminhar”, disse o chefe da Casa Civil. “É hora de discutir ideias e desse esforço coletivo para continuar melhorando o dia a dia dos paranaenses”.

Segundo o deputado estadual Hussein Bakri, líder da base do Governo e um dos articuladores do encontro, o alinhamento “olho no olho” é a forma mais transparente de ouvir as demandas regionais dos parlamentares e ajudar a compor o Orçamento do próximo ano.

“Estamos no fim de um ano marcado por inúmeras dificuldades e por trabalho diário e ininterrupto para conter a crise de saúde e a crise fiscal. Estamos de olho no futuro, mas sem baixar a guarda na luta contra a pandemia”, afirmou o deputado.

ENCONTROS  No mês passado, o governador Ratinho Junior já tinha se reunido virtualmente com a bancada federal para discutir a execução das emendas parlamentares do Orçamento da União. Foram discutidos repasses para a educação, saúde e obras públicas, dentro do olhar de ajudar o Estado a se transformar em um hub logístico na América do Sul.

Você terminou a leitura

Compartilhar essa notícia

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on print

Escrever um comentário

Pesquisar

Digite abaixo o que deseja encontrar e clique em pesquisar.