Governador enaltece papel do setor supermercadista na geração de empregos

Foram abertas 172 mil vagas no ano passado

O governador Carlos Massa Ratinho Junior destacou a participação do setor supermercadista na geração de empregos do Paraná, que vive um bom momento no mercado de trabalho, com 172 mil vagas abertas em 2021. Ele participou nesta semana em Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, da abertura da 39ª Feira e Convenção Paranaense de Supermercados (Mercosuper).

Além do melhor resultado em 18 anos na abertura de novas vagas, o Estado já soma 47,8 mil postos criados nos dois primeiros meses de 2022. “O papel do governo, junto com o setor produtivo, é tornar o Paraná um ambiente saudável para os negócios, criando oportunidades para a geração de empregos e atração de investimentos”, disse o governador.

“Podemos medir o sucesso dessa estratégia lá na ponta, no desempenho dos setores atacadista, varejista e de supermercados, que estão entre os principais responsáveis pela abertura de novos postos de trabalho no Estado”, afirmou. “Além de gerar um grande número de empregos diretos e indiretos, os supermercados também fomentam a indústria, principalmente os produtos da agroindústria, área em que o Paraná tem bastante destaque”.

O Paraná responde por 10% do faturamento do setor supermercadista brasileiro, com R$ 53 bilhões faturados em 2020, de acordo com a Apras. São 4.800 lojas em todo o Estado, que geram 600 milhões de atendimentos/ano e cerca de 240 mil empregos diretos e indiretos.

 Curitiba, 05/04/2022

MERCOSUPER – Esta é a primeira edição da Mercosuper após a pandemia, que retorna 50% maior que a anterior, realizada em 2019. A previsão é concretizar R$ 600 milhões em negócios durante os três dias de evento.

A feira é promovida pela Associação Paranaense de Supermercados (Apras) e conta com cerca de 300 marcas em exposição, além de novos espaços segmentados: Espaço Paraná Cooperativo, Espaço Ceasa e Espaço Orgânico.

O intuito, explicou o presidente da Apras, Carlos Beal, é promover a aproximação desses setores com o varejo do Estado. “O principal objetivo é prospectar novos negócios. Há muitos produtores familiares e pequenas cooperativas no anonimato, que ao vir a uma feira desse porte se tornam vistos. Tenho certeza que muitos negócios serão fechados por pequenos produtores”, salientou.

O Espaço Paraná Cooperativo tem 2,6 mil metros quadrados e conta com os estandes de cooperativas que atuam no varejo, além de um estande institucional do Sistema Ocepar, com a presença de nove pequenas cooperativas, que produzem mel e hortigranjeiros e recebem o apoio do Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná-Emater-Iapar (IDR-Paraná).

A cooperativa Cooapmel, de Mato Rico, na região Central do Estado, é uma das expositoras. Fundada em 2019, conta com 35 apicultores e agora trabalha para conseguir a certificação orgânica dos produtos comercializados.

“É uma excelente oportunidade de divulgarmos o nosso trabalho e correr atrás de vendas. Nosso município é distante a trabalhar com a agricultura familiar é um pouco mais difícil, por isso estar aqui é uma grande oportunidade para nós”, contou a cooperada Joana Paula.

Os visitantes do espaço também podem experimentar o Café das Mulheres, produção do Norte Pioneiro que também conta com o acompanhamento da extensão rural do IDR- Paraná.

CEASA – Já o espaço da Ceasa do Paraná na feira ocupa uma área de 200 metros quadrados e tem o objetivo de estreitar o relacionamento com os supermercadistas paranaenses. Hoje, 85% das frutas, verduras e legumes comercializados ou consumidos no Paraná passam por alguma central de abastecimento da Ceasa.

Além disso, também tem destaque no local o Banco de Alimentos Comida Boa, que arrecada alimentos entre os permissionários e faz a doação a entidades e a famílias em situação de insegurança alimentar. Com o projeto, os produtos hortigranjeiros são selecionados, processados e congelados, para depois serem enviados a famílias necessitadas.

ORGÂNICOS – Com o objetivo de fortalecer os produtos orgânicos no varejo paranaense, a Mercosuper tem um espaço de 120 metros quadrados, com 10 empresas do segmento. O Paraná e o Rio Grande do Sul são os estados brasileiros com o maior número de produtores orgânicos, representando 30% do mercado em todo o País.

PRESENÇAS – Participaram da solenidade o vice-governador Darci Piana; os presidentes da Associação Brasileira de Supermercados (Abras), João Galassi, e da Ocepar, Luiz Roberto Ricken; o superintendente do Sebrae/PR, Vítor Tioqueta; o deputado federal Luiz Goulart; e a prefeita de Pinhais, Rosa Maria.

Você terminou a leitura
Compartilhar essa notícia
Escrever um comentário

Últimas notícias

JEPs: Novas etapas em Wenceslau Braz e Pinhal começam hoje
5 horas atrás

Competições reúnem 17.751 inscritos, entre alunos e professores, de 183 municípios paranaenses Começa nesta quinta-feira

PRE e SEST/SENAT fazem Bliz Educativa
6 horas atrás

Ação da PRE e do SEST/SENAT Nesta quarta-feira, dia 25, a Unidade Operacional da PRE

Liminar reaviva a polêmica sobre o presídio em Pinhal
7 horas atrás

Decisão provisória do TJ suspendeu possível obra A polêmica prossegue. Agora, o Tribunal de Justiça

Pesquisar

Digite abaixo o que deseja encontrar e clique em pesquisar.