Compra Direta atende 118 entidades do NP

As compras dos alimentos distribuídos às instituições são feitas por meio de cooperativas e associações de produtores

O Paraná vai comprar R$ 27 milhões de alimentos produzidos ou processados por agricultores familiares, por meio do Programa Compra Direta. O deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB) afirmou nesta terça-feira, 18, que 118 entidades de 45 cidades serão atendidas no Norte Pioneiro.

“O programa, além de incentivar a agricultura familiar, ajuda no combate à fome no Paraná, sobretudo por conta do momento crítico vivido por milhares de famílias na pandemia. A entrega é feita diretamente a entidades,à rede pública de saúde ou alvos de ação alimentar do Estado, que, por sua vez, destina às pessoas em situação de vulnerabilidade”.

O programa foi transformado em política pública por meio da lei 7306, de 13 de abril de 2021, aprovada pela Assembleia Legislativa do Paraná. Os recursos são do Fundo Estadual de Combate à Pobreza.

Produção orgânica — “Com o Compra Direta, o Paraná valoriza a produção orgânica da agricultura familiar, incentiva o cooperativismo e o associativismo e oferece alimentos de qualidade, que incentivam alimentação saudável a milhares de paranaenses”, disse Romanelli.

As compras dos alimentos distribuídos às instituições são feitas por meio de cooperativas e associações de produtores. O programa atende restaurantes populares, cozinhas comunitárias, hospitais públicos e filantrópicos, asilos e casas de passagem. Também atende às necessidades nutricionais de pacientes atendidos pelos Cras (Centros de Referência em Assistência Social) e Creas (Centros de Referência Especializados de Assistência Social). Em todo o Paraná, a estimativa é de que sejam atendidas 1.100 entidades.

Amunop — Na área de abrangência da Amunop (Associação dos Municípios do Norte do Paraná) serão atendidas 23 cidades. Com isso, serão atendidas 47 instituições: Abatiá (1), Andirá (4), Assaí (2), Bandeirantes (4), Congonhinhas (1), Cornélio Procópio (12), Itambaracá (1), Jataizinho (2), Leópolis (1), Jataizinho (2), Leópolis (1), Nova América da Colina (1), Nova Fátima (1), Nova Santa Bárbara (2), Rancho Alegre (1), Ribeirão do Pinhal (1), Santa Amélia (1), Santa Cecília do Pavão (3), Santa Mariana (1), Santo Antônio do Paraíso (1), São Jerônimo da Serra (1), São Sebastião da Amoreira (1), Sapopema (2), Sertaneja (2) e Uraí (1).

Amunorpi — Na regional da Amunorpi (Associação dos Municípios do Norte Pioneiro), são 71 instituições de 22 cidades. O Compra Direta vai atender entidades de Barra do Jacaré (2), Cambará (4), Carlópolis (3), Conselheiro Mairinck (2), Curiúva (4), Figueira (4), Guapirama (1), Ibaiti (4), Jaboti (1), Jacarezinho (6), Joaquim Távora (4), Jundiaí do Sul (2), Pinhalão (1), Quatiguá (2), Ribeirão Claro (3), Salto do Itararé (2), Santana do Itararé (2), Santo Antônio da Platina (6), São José da Boa Vista (3), Siqueira Campos (6), Tomazina (3) e Wenceslau Braz (6).

Você terminou a leitura

Compartilhar essa notícia

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on print

Escrever um comentário

Pesquisar

Digite abaixo o que deseja encontrar e clique em pesquisar.